A primeira ejaculação

O primeiro sinal de que seu filho está virando um rapazinho é a ocorrência da primeira ejaculação, aproximadamente entre os 12 e 13 anos. Isso não quer dizer que com esta idade os garotos já terão desenvolvido sua vida sexual. Esta é apenas a confirmação de que sua linha de produção de espermatozóides entrou em ação.

A adolescência se refere ao período de evolução psicológica, já a puberdade está relacionada à possibilidade reprodutiva de uma pessoa. As mudanças hormonais que ocorrer neste período refletem diretamente na imagem do futuro adulto. (POTTRER e PERRY, 2005).

Ocorrem nesta fase mudanças na voz, crescimento de pelos, mudança da postura, na forma de pensar e também agir, a percepção de si mesmo se modifica e consequentemente as responsabilidades.

Neste momento em função das mudanças hormonais os espermatozoides são formados no testículo, 120 milhões a cada dia, eles têm seu desenvolvimento graças à testosterona, ao hormônio luteinizante, ao hormônio folículo estimulante, aos estrógenos e ao hormônio do crescimento e podem permanecer armazenados com a capacidade de fertilidade por pelo menos um mês (GUYTON e HALL, 2006).

Como é essa mudança para o menino?


Ocorrem então alguns acontecimentos marcantes, que para uns podem ser motivo de vergonha e medo. Um desses acontecimentos é a primeira ejaculação, saída de espermatozoide do pênis, também conhecida como sêmen arca que ocorre em média aos 12 anos (SILVA, 2009).

A partir desse momento o menino já está apto a engravidar alguém, por isto a semenarca é um momento especial na vida de um menino e deve ser tratada com responsabilidade, não esquecendo-se de procurar o prazer mas também o conhecimento.

Após a ejaculação podem ocorrer também episódios de polução noturna que é caracterizada pela ejaculação involuntária. Esta ocorre quando os adolescentes estão dormindo, normalmente apresentando os sonhos de conotação erótica (MINISTÉRIO DA SAÚDE, 2009). Esse acontecimento pode fazer com que o menino acorde com a sensação de estar molhado, e causar-lhe constrangimento perante os familiares e até amigos, caso esteja hospedado na casa de algum.

Os dois acontecimentos são motivos para que o adolescente assuma grandes responsabilidades, contribuindo para o seu desenvolvimento emocional e social.

É importante conhecer o próprio corpo para que este não seja um motivo de vergonha, preocupação ou restrições relacionadas à sexualidade, é adequada nessa fase a orientação do adolescente para que as dúvidas sejam todas sanadas e eventuais problemas sejam resolvidos.

As principais mudanças no corpo do menino são:

  • O pênis cresce em diâmetro e comprimento;
  • Os testículos se desenvolvem;
  •  Começam a crescer os pelos do rosto (barba), das axilas e de todo corpo;
  • Mais ou menos entre os 13 e 14 anos ocorre a primeira ejaculação; (lembrando que cada adolescente tem o seu próprio tempo para que isto acontecer, podendo ser antes ou depois dessa idade);
  • Crescimento da laringe;
  •  A voz começa a engrossar;
  • Entre 11 e 16 anos acontece um crescimento muito rápido em altura (chamado “estirão do crescimento”).

Gostou do artigo? Inscreva-se no nosso blog, conheça os cursos da área e continue nos acompanhando.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Biologia.

Mais artigos sobre o tema