Alienação na Sociologia por Karl Marx

A palavra alienação vem do Latim “alienus”, que significa “de fora”, “pertencente a outro”. A alienação é estar alheio aos acontecimentos sociais, ou achar que está fora de sua realidade. Karl Marx em sua obra “Manuscritos econômico-filosóficos” usou o termo para descrever a falta de contato e o estranhamento que o trabalhador tinha com o produto que produzia.

Alienação na Sociologia

Os estudos sobre alienação na sociologia foram fortemente influenciados pelas obras de Karl Marx (1818-1883), que versaram sobre o trabalho alienado e as relações de produção. A obra com mais apelo nesse assunto foi escrita em 1867, chamado “O capital”, o autor alemão critica a sociedade industrial capitalista quanto ao seu modo de operar, trazendo importantes questionamentos quanto o tema.

A alienação na sociologia de Marx, é descrita também como um momento onde os homens perdem-se a si mesmos e a seu trabalho no capitalismo. Para Marx as relações de classe eram alienantes, pois o trabalhador assalariado se encontrava em uma posição de barganha desigual perante o capitalista (empregador). Dessa forma o capitalista conseguia dominar a produção e o trabalhador.

A revista “industrial worker” em uma de suas publicações de 1911, ilustra as questões levantadas por Marx através de uma pirâmide, onde ilustra na base os trabalhadores, seguido das frases “nós trabalhamos por todos” e “nós alimentamos todos”. Acima dos trabalhadores está o resto da sociedade, que na verdade usufrui das coisas produzidas pelos trabalhadores.

A visão de Marx



Marx considerava o trabalho a mais importante expressão da natureza humana e quando o homem perdia o controle sobre ele, entrava em um processo que conduziria à sociedade a uma ordem social alienada: desigualdade crescente, pobreza em meio a plenitude, antagonismo social e luta de classes problemas enfrentados claramente durante os anos.

O estudo de Marx sobre a alienação é um, dos vários, existentes na sociologia, Hegel já citava a alienação em algumas obras e Leôncio Basbaun, também fala sobre esse tema. A sociologia está repleta de teorias e observações sobre os efeitos e causas da alienação na sociedade contemporânea e, até mesmo, os reflexos desse tópico no futuro e sua existência no passado.

Os estudos feitos por Karl Marx trazem uma importante reflexão quanto ao papel do indivíduo na sociedade, o estado de alienação interfere drasticamente na capacidade de o ser humano entender o seu papel na sociedade. Isto ocorre porque o indivíduo está apenas concentrado naquela atividade que precisa fazer e além do mais não tem contato com aquele produto que está a produzir.

As questões abordadas por Karl Marx ainda são temas de estudos, principalmente na sociologia, se mostrando relevante até os dias de hoje. Muitos dos problemas citados por Marx ainda ocorrem no sistema capitalista, motivando ainda mais os estudos em cima da alienação na sociologia e sobre as obras produzidas pelo escritor alemão.


Bibliografia: SCOTT, John. Sociologia Conceitos-Chave, Rio de Janeiro, Zahar, 2006.

Ficou interessado e quer saber mais sobre o assunto? Confira o curso de Psicologia Social. Conheça também nosso portfólio de cursos na área de Psicologia.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área de Conhecimentos Gerais.

Mais artigos sobre o tema