As Escolas Literárias do Brasil e de Portugal

O ensino de literatura nas escolas é dividido em escolas literárias, dessa maneira o professor consegue tornar a matéria mais didática. As escolas literárias são mundiais, começam na Europa e influenciam todo o mundo.
O Brasil se tornou uma forte escola literária, que devemos estudar pois temos diversos autores de renome dentro do nosso país. Claramente, tivemos uma forte influência Da escola literária português, que é mundialmente conhecida, influência exercida através da colonização do Brasil por Portugal. Abaixo é possível conferir um pouco mais sobre essas escolas literárias.

As escolas literárias do Brasil e Portugal!


Trovadorismo (1189 – 1418)


É o primeiro movimento literário da língua portuguesa, por meio de quatro diferentes tipos de cantigas: Cantigas de amor, de Amigo, de Escárnio e de Maldizer. As cantigas do trovadorismo eram carregadas de valores típicos de Idade Média.

Humanismo (1418-1527)


É do Humanismo que nasce o renascimento cultural, as prosas eram dirigidas a nobreza e as poesias eram feitas por fidalgos. Deus para de ser o centro do universo e o homem começa a ser o centro de tudo.


Quinhentismo (1500 – 1601)


Essa escola literária se resume a toda e qualquer produção feita em 1500, na época do descobrimento do Brasil. Eram cartas, crônicas, sermões que foram produzidos nesse período.


Classicismo (1527 – 1580)


Camões é o grande nome desse período, existe uma valorização da cultura greco-romana e do racionalismo. As verdades universais passam a principal preocupação e os assuntos pessoais são deixados de lado.


Barroco (1601 – 1768)

Enquanto no mundo havia uma crise do homem com a igreja, essa escola literária aparece com a intenção de reconciliar o homem com a fé. Era comum encontrar o uso de imagens contrastante como o crepúsculo (dia/noite) e a aurora (noite/dia)

Arcadismo (1768 – 1836)

A principal característica dessa escola é a exaltação da natureza. Resgata elementos da antiguidade clássica e busca sempre a conciliação entre homem e os elementos da natureza.

Romantismo (1836 – 1881)

Essa escola literária se caracteriza pelo tema do amor constante e do sofrimento, também, a subjetividade e a liberdade formal. Muitos autores desse período eram jovens e morreram cedo.

Realismo e Naturalismo (1881 – 1922)


O mundo romântico é substituído pelo desencanto e pela crença no material e no racional. O escritor vira apenas um observador da vida das personagens.

Parnasianismo (1882 – 1922)

Nessa escola a liberdade formal do Romantismo era desprezada e a busca pela perfeição era exaltada.

Simbolismo (1893 – 1922)


Reagindo aos avanços tecnológicos essa escola literária era espiritualizada e se concentrava no poder da sugestão.

Pré-Modernismo (1902-1922)

Nessa escola literária começa a surgir um olhar crítico aos problemas sociais do Brasil e um nacionalismo crítico começa a aparecer.

Após o pré-modernismo, surge o modernismo e suas outras correntes, cada uma com a sua característica.

É nítido que as escolas literárias versam sobre os problemas e situações enfrentadas em cada período, evidenciando esses problemas, sentimentos e pensamentos. Os períodos de atuação dessas escolas vão diminuindo na medida que o ser humano evolui mais rapidamente, encontrando respostas para diversas questões que antes não era possível, influenciando assim os autores, que no decorrer dos anos escreveram sobre os mais diversos assuntos.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área de Conhecimentos Gerais.

Mais artigos sobre o tema