Gestão Hospitalar: saiba tudo sobre a administração de serviços de saúde

enfermeiros de gestão hospitalar

Iniciar carreira na área da saúde exige preparo assertivo e consistente, ainda mais se você sonha em ocupar importantes cargos de gestão dentro da administração de serviços de saúde. Descubra agora o que faz, quais os desafios e quanto ganha um gestor hospitalar! 

Resumidamente, a gestão hospitalar nada mais é do que o nome dado às atividades administrativas de uma unidade de saúde – em um conjunto de práticas que visam garantir a correta operação e a máxima eficiência dos serviços prestados pela mesma. Algumas das responsabilidades do setor envolvem: o gerenciamento de processos, materiais, equipamentos e pessoas; o controle de compras e custos; a supervisão de contratos; a identificação e solução de problemas; etc. 

Algumas pessoas podem pensar que a administração de um hospital é tarefa simples, quando, na verdade, todo processo se assemelha muito ao de qualquer outra empresa, seja ele um hospital público, seja um privado. Dessa forma, é essencial que a administração de serviços de saúde seja feita por profissionais altamente capacitados para gerenciar estes processos, como se fossem diretores ou presidentes de uma empresa.  

É a gestão hospitalar, responsável por toda a organização destes processos administrativos, que deve aplicar métodos eficazes para que a rotina de todos os funcionários permaneça integrada dentro da unidade, garantindo um ambiente de trabalho amistoso, organizado e com todo suporte que a equipe precisa para fornecer os melhores serviços e atendimentos aos pacientes.  

Saiba aqui também, também, qual o papel da enfermagem na administração dos serviços de saúde.  

Por que investir em processos de gestão na saúde? 

Todo centro de saúde pode se beneficiar – e muito – de uma gestão eficiente e bem capacitada. Isso porque, considerando sua importância, é ela que mantém um hospital ou clínica em pleno funcionamento, garantindo que os atendimentos sejam realizados da melhor maneira possível.  

Dentro deste cenário, quem realiza a compra de materiais e pagamentos de despesas, é a equipe de gestão hospitalar; quem busca por soluções que regulem a satisfação de todos os seus colaboradores, também é a equipe de gestão hospitalar; quem garante um ambiente de trabalho saudável, identifica problemas de diagnósticos e garante o funcionamento de todos os equipamentos, também… 

Se a gestão hospitalar for adequada, os colaboradores conseguirão ter uma visão macro de todas as operações, o que torna muito mais prática e assertiva a elaboração de estratégias para a tomada correta de decisões. Confira, agora, mais alguns benefícios da gestão hospitalar: 

  • facilita a elaboração de estratégias eficientes no setor financeiro, possibilitando a potencialização de serviços oferecidos e a inclusão de novas oportunidades;
  • permite acompanhamento mais próximo da infraestrutura geral, uma vez que une o gerenciamento interno e externo, o que possibilita a identificação prévia de potenciais falhas e danos na estrutura do hospital ou nos equipamentos; 
  • identifica e cria oportunidades de investimento em novas tecnologias, como a telemedicina, por exemplo, ampliando as possibilidades dentro do centro de saúde. 

Descubra quanto ganha um gestor hospitalar 

Antes de prosseguir com as responsabilidades e cargos possíveis nessa carreira, é importante falarmos sobre o que todo estudante quer saber: quanto ganha um profissional da gestão hospitalar. 

Bem da verdade, precisamos dizer que não existe um piso salarial nacional na carreira de gestão hospitalar, por isso é tão difícil definir uma média de remuneração consistente, uma vez que cada estado segue suas próprias diretrizes. Entretanto, os ganhos podem ultrapassar os R$ 10.000 mensais em algumas unidades da federação, como aponta a plataforma salário, que utiliza dados reais do mercado de trabalho brasileiro para fazer este monitoramento. 

No Rio de Janeiro, por exemplo, a média salarial de um Tecnólogo em Gestão Hospitalar, por exemplo, atinge R$ 5.646,78, considerando apenas o salário base, sem contar com bônus, comissões, insalubridade e outro. Enquanto isso, no Mato Grosso, esta média cai para R$ 1.463,01. 

Portanto, se você decidir que é na gestão hospitalar que quer seguir carreira, será muito importante avaliar o cenário de cada Estado para definir em quais você gostaria de conquistar uma vaga. Se optar por descobrir outras possibilidades de carreira nessa área, confira a categoria saúde do blog do Portal e conheça outras oportunidades. 

Responsabilidades da gestão hospitalar 

Dentro da gestão hospitalar, existem diversas atividades que são essenciais para suprir as demandas da administração de serviços de saúde. Elencamos algumas abaixo para você conhecer: 

  • controle de atividades: é a parte responsável por controlar as atividades que acontecem dentro e fora do hospital, considerando cada exame, atendimento e tratamento realizado, além de outras funções pertinentes ao centro de saúde que possibilitam a continuidade de serviços; 
  • planejamento administrativo: a gestão hospitalar é a responsável por todas as rotinas administrativas de um hospital. Então, também fica a cargo dela elaborar todos os planejamentos estratégicos que possam definir como será a operação do centro de saúde no dia a dia, incluindo operações burocráticas, tomada de decisões, gerenciamento dos setores internos…;
  • organização dos processos: além de planejar e executar, cabe à gestão hospital organizar todos os processos relacionados a suas funções, incluindo a rotina da equipe médica, o agendamento de consultas e o cronograma de uso dos equipamentos, por exemplo. 
  • resolução de problemas técnicos: como acontece em toda empresa, a gestão hospitalar é o setor responsável por identificar e solucionar qualquer problema técnico que possa surgir com os equipamentos ou as atividades. Sendo assim, a equipe precisa contar com profissionais que dominem conhecimentos específicos para essa função.
  • solução de problemas e diagnósticos: uma boa equipe de gestão hospitalar é formada, essencialmente, por profissionais da saúde – afinal, resolver qualquer problema durante a experiência do paciente e, também, em diagnósticos, é uma de suas funções. 

Conheça os cargos da gestão hospitalar 

Agora chegou a hora de saber onde você poderá atuar se optar pela qualificação em gestão hospitalar. Conheça as principais oportunidades: 

Diretor de Gestão Hospitalar 

Assim como em uma grande corporação, a equipe de gestão hospitalar também precisa ser gerenciada por alguém. Dessa forma, o diretor hospitalar tem um papel essencial para o funcionamento adequado de todos os processos, pois é ele quem coordena as ações, acompanha resultados e antevê possíveis problemas, organizando a liderança das equipes de todas as áreas.   

Analista de Auditoria de Contas Hospitalares 

Toda equipe assertiva precisa contar com profissionais especializados em lidar com dados e métricas – e é aí que entram os analistas. Neste caso, o profissional designado poderá atuar na conferência e gerenciamento de valores, localizando possíveis erros para assegurar a correção das operações contábeis. 

Coordenador de Estoque Hospitalar 

Ter todos os insumos indispensáveis para a execução das atividades é essencial para o funcionamento de um hospital. É aí que entra o coordenador de estoque hospitalar, que atua para garantir que todos os materiais estejam sempre disponíveis para a equipe. Neste cargo, é possível atuar no controle de produtos, no gerenciamento estratégico da farmácia, no controle da entrada e saída de medicamentos e outros. 

Gerente de hotelaria hospitalar 

Outro cargo importante dentro da gestão hospitalar é o de gerente de hotelaria hospitalar. É este profissional que cuida de todas as tarefas relacionadas a internações na unidade de saúde, manejando o número de quartos ou leitos disponíveis e acompanhando a liberação dos pacientes, assim como garantindo que os serviços de limpeza, alimentação e ações médicas sejam corretamente cumpridos. 

Gerente de enfermagem 

Nessa função, o profissional fica responsável por administrar as equipes de enfermagem, garantindo o melhor direcionamento dos recursos e a correta execução de todas as funções, organizando o trabalho de toda sua equipe. 

Gerente de equipe e captação médica 

Dentro da gestão hospitalar, também é essencial contar com profissionais que monitorem a atuação das equipes, garantindo a captação e retenção de talentos, fazendo o gerenciamento de RH e atuando de forma integrada para fornecer um atendimento humanizado. 

Chefe de manutenção hospitalar 

Garantir o funcionamento adequado de todos os equipamentos torna a rotina hospitalar muito mais assertiva. O chefe de manutenção hospitalar é responsável por definir como devem ocorrer os cuidados com estes equipamentos, quais são os pontos de atenção, o que é prioridade, etc… A manutenção corretiva e preventiva pode evitar problemas e diminuir os custos de operação. 

Equipe de Docência 

Professores, mestres e doutores também compõem as diversas equipes de gestão hospitalar. Isso acontece, principalmente, porque os conhecimentos e experiências destes profissionais são extremamente úteis no desenvolvimento de quem está iniciando agora a sua carreira dentro de um centro de saúde. 

Pesquisador 

A gestão hospitalar conta, também, com uma grande equipe de pesquisadores, que podem ser tanto docentes quanto profissionais dedicados a pesquisas inovadoras na área da saúde. Com seu auxílio, é possível desenvolver e aplicar novas ideias e tecnologias que possam tornar a solução de problemas muito mais eficiente e prática. 

Saiba como garantir os melhores cargos na gestão hospitalar 

Uma coisa você já deve saber: para chegar aos melhores cargos, em qualquer profissão, o primeiro passo é se dedicar muito aos estudos, ter disciplina e estar atualizado em relação as atividades clínicas assistenciais, no Brasil e no mundo. 

Além disso, realizar cursos de aperfeiçoamento pode colocar você muito à frente de seus concorrentes por uma vaga. É possível escolher cursos na área de gestão de pessoas, gerenciamento de projetos, gestão em saúde, gestão laboratorial…  

Para se destacar ainda mais, uma dica é se qualificar também em Libras, garantindo o melhor atendimento a todos os seus pacientes, uma vez que a comunicação é primordial para fornecer um serviço adequado, acessível e democrático dentro do ambiente hospitalar. 

Por fim, mas não menos importante, todo profissional precisa investir em networking, construindo boas relações com pessoas que conhecem o ramo e podem indicar você a processos seletivos internos, por exemplo. 

Agora que você já tem as informações que precisa para atuar na gestão hospitalar, que tal começar sua preparação para conquistar as melhores vagas na área da saúde? O Portal Educação conta com mais de 1.200 cursos online de qualificação profissional em diversas áreas, além de cursos de parceiros como o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. 

Este artigo foi útil para você? Inscreva-se em nosso blog e siga acompanhando nossos conteúdos gratuitos!