Breve histórico do basquete brasileiro

Você conhece a história do Basquete? Este é um esporte pouco difundido e que passou por diversas mudanças até chegar no formato que conhecemos. Hoje, vamos conhecer mais sobre esse esporte.

Criador do Basquete no Brasil

O basquete foi trazido para o Brasil em 1896 por um milionário norte-americano chamado Auguste F. Shaw, sendo praticado pela primeira vez na Associação Cristã de Moços, no Rio de Janeiro, em um pequeno recinto onde duas colunas situadas no meio do salão atrapalhavam um pouco a movimentação dos praticantes.
Na época, o professor passou por alguns problemas ao introduzir a modalidade na escola brasileira. As mulheres logo se apaixonaram pelo esporte e começaram a praticá-lo, porém, os homens não viam a modalidade com o mesmo entusiasmo por diversos motivos. Um deles era o fascínio e a predileção pelo futebol.
Shaw continuou seu trabalho com o basquete na tentativa de difundir o esporte pelo Brasil. Em 1939, o professor morre, deixando seu legado para dois amantes da modalidade: Oscar Thompson e Henry J. Sims.
Inclusive, foi no Rio de Janeiro que ocorreu o primeiro torneio de basquetebol no Brasil, em 1912. Dessa data em diante, o esporte evoluiu, passando a ser adotado por diversas escolas e clubes da região.
Em 1915, o primeiro livro de regras foi traduzido para o português, facilitando, assim, a compreensão dos adeptos da modalidade. No mesmo ano, a Associação Cristã de Moços (ACM) organizou o primeiro torneio da América do Sul. Com o sucesso do evento, outras escolas e agremiações resolveram replicar a competição, até que, em 1919, o primeiro campeonato, oficializado pela liga, consagrou o basquete no Brasil.
Em 1922, foi realizada a primeira convocação da seleção brasileira para disputar o torneio continental que, inclusive, foi ganho pelo Brasil. Em 1933, o esporte se firmou de vez com a fundação da Federação Brasileira de Basketball, em 25 de dezembro, no Rio de Janeiro.

O Esporte conquistando o gosto da população


Com o passar do tempo, os brasileiros foram tomando gosto pelo esporte e com o aumento do número de adeptos e a cobrança por uma estrutura mais profissional, surgiram as entidades responsáveis e posteriormente as ligas regionais.
Na realidade, só quem estuda a história do basquete brasileiro sabe da sua importância na história brasileira e das glórias que trouxe ao nosso país, tanto em Jogos Olímpicos, quanto em campeonatos mundiais.

Confederação Brasileira de Basquetebol


Atualmente quem rege o basquete no Brasil é a CBB (Confederação Brasileira de Basquetebol). Porém, este órgão não consegue desenvolver um trabalho para reerguer o esporte que, infelizmente, vem passando por uma grave crise por todo o território nacional.
Muito já se fez para buscar saídas para a divulgação do esporte. Ligas paralelas foram criadas e tentativas de trazer profissionais do exterior para criar um campeonato mais competitivo.
Porém, com uma crise financeira sem precedentes, falta de patrocínio, diminuição do número de equipes e de campeonatos estaduais e nacionais, deixaram o basquete em uma situação injusta e incômoda no cenário nacional, perdendo a 2ª colocação, em relação à preferência esportiva nacional, para o voleibol.
Com isso, muitos atletas partiram em busca de reconhecimento no exterior em equipes americanas, italianas e espanholas, em busca de melhores salários e independência financeira.

Gostou do artigo? Inscreva-se no nosso blog e continue nos acompanhando!

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área de Conhecimentos Gerais.

Mais artigos sobre o tema