Classificação dos epitélios de revestimento ou protetores

Os tecidos epiteliais possuem principalmente duas funções: revestir e secretar. Os epitélios de revestimento formam uma cobertura nas superfícies e nas cavidades do corpo que impede a perda excessiva de água e a entrada de organismos patogênicos.

Além disso, eles também permitem a troca de substâncias e a absorção de nutrientes, entre várias outras funções. Já os tecidos epiteliais com a função de secreção são chamados de glandulares e exercem importantes papeis no nosso organismo, tais como controle da temperatura e controle do crescimento e desenvolvimento.

Os epitélios podem ser classificados quanto: forma das células e número de camadas.
Forma das células: Epitélio pavimentoso, epitélio cúbico e epitélio colunar.
Número de camadas: Epitélio simples, epitélio estratificado, epitélio pseudoestratificado e epitélio de transição.
Agora vamos entender sobre as formas das células.
Epitélio Pavimentoso
O epitélio pavimentoso ou também chamado de escamoso é caracterizado por células achatadas em forma de ladrilhos. Facilita as trocas gasosas e pode ser encontrado nos alvéolos pulmonares.
Epitélio Cúbico
O epitélio cúbico, como o próprio nome diz, é caracterizado por células cúbicas, em forma de cubo. Forma revestimento simples e é encontrado, por exemplo, nos canais de glândulas e no cristalino dos olhos.
Epitélio Prismático
O epitélio prismático, também conhecido como cilíndrico ou colunar, é constituído por células colunares. São células altas, em forma de prismas, cilindros ou colunas. Como o epitélio cúbico, forma revestimento simples e pode ser encontrado no intestino.
Agora vamos compreender sobre os números de camadas.
Portanto, fique atento (a)!
Epitélio Simples
Dizemos que o epitélio é simples quando as células formam apenas uma camada. Esse tipo de revestimento permite a troca e absorção de substâncias e pode ser encontrado nos alvéolos pulmonares.
Epitélio Estratificado
O epitélio é estratificado quando possui duas ou várias camadas de células. Apenas as células das camadas mais inferiores possuem capacidade de divisão celular. Esse revestimento fornece proteção em áreas de atrito, como o esôfago, vagina e epiderme.
Na epiderme, o epitélio estratificado possui uma camada córnea queratinizada. A presença de queratina confere proteção contra desidratação excessiva. Além disso, por ser de difícil decomposição, a queratina aumenta a resistência do epitélio à invasão microbiana.
Epitélio Pseudoestratificado
O epitélio pseudoestratificado é um tipo de epitélio constituído por apenas uma camada de células de alturas diferentes, que conferem ao epitélio a aparência de estratificado. Trata-se de uma variação do epitélio simples. Pode ser encontrado na cavidade nasal, na traqueia e nos brônquios.
Epitélio de Transição ou Misto
O epitélio de transição ou misto, como o próprio nome diz, é constituído por várias camadas de células diferentes. Tais células são dotadas de grande flexibilidade e o seu formato varia conforme a distensão ou contração dos órgãos onde estão presentes. Pode ser encontrado na bexiga urinária.

Gostou do artigo? Inscreva-se no nosso blog, conheça os cursos da área e continue nos acompanhando.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Biologia.

Mais artigos sobre o tema