Componentes da Fibra Muscular

As Fibras musculares ou miócitos são as células que constituem os músculos. Podem ter entre 30 e 50 micrómetros de comprimento e possuir um ou mais núcleos.
O Sarcolema é a camada que reveste a fibra muscular. O Sarcolema em cada extremidade liga-se ao tendão que por sua vez liga-se ao osso.

IMPORTANTE: Devemos lembrar que no sarcolema existem os receptores que recebem o sinal do motoneurônio para que ocorra a despolarização da fibra muscular.

O que é Sarcoplasma?

O Sarcoplasma é uma substância gelatinosa/líquida que contém principalmente proteínas, minerais, glicogênio, gorduras e mioglobina.

O que são os Túbulos transversos?

Os Túbulos Transversos também são conhecidos como Túbulos T que passam lateralmente por meio da fibra muscular. Os Túbulos T ou Túbulos Transversos levam os impulsos nervosos recebidos pelo sarcolema para as miofibrilas, estes também são condutores para substâncias como: glicose, oxigênio e os íons.
O Retículo Sarcoplasmático é uma rede longitudinal de túbulos que passa paralelamente pelas miofibrilas. No retículo sarcoplasmático está armazenado o cálcio, substância indispensável para que ocorra a contração muscular.

FIGURA – VISÃO DE UMA FIBRA MUSCULAR E SEUS COMPONENTES.

FONTE: Wilmore e Costil: Fisiologia do Exercício e do Esporte, 2001.


Qual é a importância da Miofibrila?

A Miofibrila é um dos componentes da fibra muscular. Cada fibra muscular contém entre várias centenas e vários milhares de miofibrilas que são os elementos contráteis do músculo. A miofibrila é composta por dois pequenos filamentos proteicos responsáveis pela ação muscular. Os filamentos de Actina (finos) e os de Miosina (grossos).
O Sarcômero é a menor unidade funcional do músculo e consequentemente de uma miofibrila. Cada sarcômero é composto por uma linha Z em sua extremidade e ainda possui:

•    Uma banda I (zona clara);
•    Uma banda A (zona escura);
•    Uma zona H (no meio da banda A);
•    Uma segunda banda I.Filamentos de Actina e Miosina

Segundo Wilmore e Costil (2001, p.33), cerca de dois terços das proteínas totais do músculo esquelético correspondem à miosina. Cada filamento contém várias cabeças de miosina/pontes cruzadas que durante a ação muscular vão se conectar com os sítios ativos da actina.
Cada filamento de actina possui uma extremidade inserida numa linha Z e a extremidade oposta se estende em direção ao centro do sarcômero. Cada filamento de Actina é formado por três moléculas de proteínas diferentes que podem ser visualizadas na figura 3.5.

•    Actina;
•    Tropomiosina;
•    Troponina.

FIGURA – VISÃO DE UM FILAMENTO DE ACTINA E SUAS MOLÉCULAS

FONTE: Wilmore e Costil: Fisiologia do Exercício e do Esporte, 2001.


A Tropomiosina é uma proteína em formato de tubo que envolve a actina. A Troponina é considerada uma proteína mais complexa e se fixa em intervalos regulares tanto aos filamentos de tropomiosina como de actina.

Gostou do artigo? Inscreva-se no nosso blog, conheça os cursos da área e continue nos acompanhando.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Biologia.

Mais artigos sobre o tema