O estudo da anatomia é fundamental para o entendimento do funcionamento e das características da estrutura física humana.

Apresentaremos alguns aspectos relevantes para que o leitor possa desenvolver o seu conhecimento tantode anatomia quanto de fisiologia humana, como por exemplo, as características de cada tipo de músculo.

O corpo humano é composto por diferentes sistemas, sendo um deles o sistema muscular, que é formado pelos conjuntos de músculos. Existem mais de 600 músculos no corpo humano e eles representam uma parcela importante da constituição corporal. O cuidado e a preservação do sistema muscular são muito relevantes para a manutenção de uma boa saúde.

Basicamente nosso corpo apresenta três tipos diferentes de músculos. A função primordial de qualquer músculo é produzir força através de umacontração. Porém, dependendo de onde o músculo está localizado e para qual finalidade é essa contração, uma categoria será atribuída a esse músculo.Esses tipos musculares são, então, classificados de acordo com o objetivo que cada categoriaapresenta.

Os três tipos musculares são: músculo estriado esquelético, músculo estriado cardíaco e músculo liso. Em seguida explicaremos um pouco mais sobre cada um desses tipos.

MÚSCULO ESTRIADO CARDÍACO

O músculo cardíaco é a variedade de músculos que constituemo miocárdio, ou seja, são os músculos que formam o coração. Seu principal objetivo é produzir contrações que bombeiam o sangue para o organismo. O tecido muscular cardíaco tem a capacidade de produzir uma constrição vigorosa e involuntária. O bom funcionamento do coração depende, também, da manutenção do ritmo das contrações dos músculos cardíacos. Essa musculatura especializada não é encontrada em nenhuma outra parte do corpo, apenas no coração.

MÚSCULO ESTRIADO ESQUELÉTICO

O músculo estriado esquelético, mais comumente chamado apenas de músculo esquelético, é composto pelo grupamento de músculos que participam dos movimentos do nosso corpo. Como o nome sugere, os músculos esqueléticos estão ligados ao esqueleto, ou seja, aos ossos. São os músculos que conhecemos por produzir os movimentos, sendo essa sua principal função além da sustentação da postura do corpo através da estabilização dessa musculatura.A musculatura estriada esquelética apresenta contração voluntária, ou seja, o indivíduo decide quando e como realizar a contração muscular.

As contrações dos músculos esqueléticos podem variar de intensidade e velocidade de acordo com o interesse do indivíduo. Essas contrações que nos permitem mover os membros, o tronco, a coluna e realizar atividades como andar, correr, falar, sorrir, praticar esportes, dançar, sentar e levantar, carregar objetos, entre tantas outras. Ainda existe outra função importante atribuída à musculatura esquelética que é a produção de calor através das contrações musculares. Esse calor é usado, em grande parte, para a manutenção da temperatura corporal.

Os músculos esqueléticos também apresentam grande variação de tamanho entre um músculo e outro e não possuem uma localização específica como a musculatura cardíaca, eles podem ser encontrados por todo o corpo. Um exemplo de músculo esquelético de pequeno tamanho são os músculos das mãos, já um exemplo de músculo esquelético de grande tamanho são os músculos da coxa como o reto femoral.

MÚSCULOS LISOS

Já a musculatura lisa é representada pelos músculos que compõem as paredes das vísceras, ocas e tubulares, ou seja, os músculos lisos compõem os órgãos. O tecido muscular liso pode ser encontrado formando a parede do estômago, intestinos, útero, dentre outros órgãos. Esses músculos manifestam contrações involuntárias, ou seja, trabalham independentemente da vontade do indivíduo. Essas contrações involuntárias, assim como no caso do músculo cardíaco, são reguladas pelo sistema nervoso autonômico. Quando os músculos lisos se contraem, fazem, na maioria das vezes, de forma lenta e o objetivo dessas contrações é o movimento, que pode ser o transporte ou a secreção, de substâncias corporais, tais como o fluxo sanguíneo, os alimentos e a urina. Por isso, esses são os músculos responsáveis pelos movimentos peristálticos. Também é essa musculatura a que regula, através dos esfíncteres, o volume dos órgãos.

Entender as estruturas funcionais básicas do sistema muscular e suas características e diferenças é de extrema importância para a formação dos profissionais de todas as áreas da saúde. Assim como expandir o aprendizado sobre os outros sistemas que constituem o corpo humano também auxilia na construção do conhecimento.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira os cursos de Cinesiologia e Biomecânica, e destaque-se na sua carreira.