Função das Terminações Nervosas

As terminações nervosas são receptores distribuídos por toda a nossa pele, responsáveis por sentir a temperatura e as sensações de dor na parte mais externa do corpo. Elas são divididas em terminações nervosas sensitivas e terminações nervosas motoras, com diferentes localizações e fisiologia.

Porção localizada na parte distal dos nervos, com função de contatar os órgãos periféricos. Podem ser sensitivas (sensíveis a um determinado tipo de estímulo, a partir do qual eles desencadearão o aparecimento de impulsos nervosos nas fibras aferentes do SNC e depois atingem áreas específicas do cérebro onde são interpretados resultando diferentes formas de sensibilidade) ou motoras (somáticas e viscerais.

Estabelecem contato com as fibras nervosas e os órgãos efetuadores (músculos e glândulas). Podem ser chamadas de junção neuromuscular).

Classificação morfológica

Os receptores podem ser

Especiais (mais complexos; relacionados com o neuroepitélio fazendo parte dos órgãos especiais dos sentidos) e receptores gerais (distribuído por todo o corpo; mais concentrado na pele. Apresentam estruturas simples e podem ser classificados em livres ou encapsulados).

Livres

São os mais frequentes; não possuem cápsula. Exemplos: discos de Merkel (terminam em contato com as células epiteliais. São de adaptação lenta. Junto com os corpúsculos de Meissner atuam na localização específica de onde o estímulo está ocorrendo e diferencia textura dos objetos).

As terminações nervosas livres são responsáveis pela sensibilidade térmica, dolorosa (terminações livres adaptadas para calor e frio, ativadas por alterações químicas provocadas por calor e frio, respectivamente) e tato;

Encapsuladas

São mais complexas que as livres. Apresentam cápsula conjuntiva. São compreendidos os corpúsculos sensitivos da pele, fusos neuromusculares e neurotendíneo. 

Classificação das terminações nervosas

Quanto à distribuição, as terminações nervosas são classificadas em dois tipos:

  1. Especiais: os receptores estão restritos a uma determinada área. São mais complexos. Ex.: visão (retina), audição e equilíbrio (orelha interna), gustação (língua e epiglote) e olfação (cavidade nasal).
  2. Gerais: ocorrem em várias partes do corpo, principalmente na pele.

As terminações nervosas gerais são classificadas em:

  • Terminações nervosas livres (mais frequentes);
  • Encapsuladas (mais complexas): corpúsculo de Meissener, corpúsculo de Water-Paccini, corpúsculo de Krause, corpúsculo de Ruffini, discos ou meniscos de Merckel;
  • Fusos neuromusculares (contração);
  • Órgãos neurotendíneos (tensão);
  • Órgãos da base dos folículos pilosos.

Quanto à localização, as terminações nervosas são classificadas em:

  • Exteroceptores: receptores na periferia (na derme);
  • Proprioceptores: receptores na parte própria do corpo (ossos, músculos, articulações);
  • Interoceptores: receptores na parte interna (vísceras e vasos).

Quanto à ação as terminações nervosas são classificadas em:

  • Mecanoceptores;
  • Termoceptores;
  • Fotoceptores;
  • Quimioceptores;
  • Nociceptores.

Gostou do conteúdo e ficou interessado em saber mais? Siga acompanhando nosso portal e fique por dentro de todas nossas publicações. Aproveite também para conhecer nossos cursos e ampliar seus conhecimentos.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Biologia.

Mais artigos sobre o tema