Músculos da cabeça: Origem, inserção e ação

Estes são numerosos músculos delgados que estão relacionados com a pele da face e pescoço, couro cabeludo, gálea apo neurótica e epicrânio.

O nosso couro cabeludo é a região no crânio por onde surgem os fios de cabelo são constituídos por fáscia superficial firme subcutânea, densa, de tecido fibro adiposo. Aderente tanto a pele (superiormente) quanto ao tecido subjacente (gálea aponeurótica).

O que é a gálea apo neurótica?

A gálea apo neurótica ou aponeurose epicrânica é uma extensa aponeurose que cobre a abóbada craniana e forma com o músculo do epicrânio uma lâmina fibromuscular contínua que vai do osso occipital aos supercílios, osso frontal.

Os músculos da cabeça ou músculos da expressão facial são denominados de dérmicos, pois, fixam apenas uma de suas extremidades no esqueleto e a outra na camada profunda da pele.

Assim, eles movem a pele do escalpo e da face, modificando as expressões faciais.
O escalpo pode ser definido como, uma membrana constituída por pele, tecido conjuntivo denso e aponeurose (gálea aponeurótica).

Quais são os músculos do epicrânio?


Vamos começar pelos músculos do epicrânio que são constituídos por occípito frontal (ventre frontal e occipital), temporo parietal e auriculares (anterior, posterior e superior).
O músculo occípito frontal (ventre frontal e occipital). O ventre frontal encontra-se superficial e anterior. Origina na margem supraorbital (osso frontal). Possui uma inserção na gálea aponeurótica.

A sua ação é de movimentar o couro cabeludo, enruga a fronte, eleva os supercílios e a pele do nariz. É o músculo da atenção, surpresa, horror e medo.
O músculo occípito frontal (ventre occipital) encontra-se superficial e posterior, origina no occipital (linha nucal suprema) e se insere na gálea apo neurótica. Possui como ação o movimento do couro cabeludo.

O músculo temporo parietal encontra-se lateralmente (osso temporal) e superficial. Possui uma origem na fáscia do osso temporal e inserção na cútis ou fáscia temporal acima (a frente da orelha). A sua ação é movimentar o couro cabeludo ou o escalpo.

Os músculos auriculares (anterior, superior e posterior). O anterior encontra-se superficial e um pouco anterior a orelha externa. Possui uma origem na fáscia temporal e inserção na raiz da orelha externa. Sua ação é de movimentar do pavilhão da orelha.

Conheça o músculo auricular

O músculo auricular superior encontra-se superficial e superior à orelha externa. A sua origem é na gálea aponeurótica e inserção na raiz da orelha. A ação é a de movimentar o pavilhão da orelha.

O músculo auricular posterior encontra-se superficial e posterior à orelha externa. Possui sua origem no processo mastóideo e inserção na raiz do pavilhão. Apresenta como ação a movimentação da orelha externa.

Os músculos do esfíncter palpebral são constituídos por orbicular do olho (orbicular e palpebral), corrugador do supercílio e o depressor do supercílio.

Qual o musculo que faz a movimentação dos olhos?

O músculo orbicular do olho porção orbital está situado na região da órbita. Origina na maxila e insere circundando a órbita (derme). A sua ação é o movimento de fecha as pálpebras, o movimento dos supercílios e estreitar a rima da pálpebra diante da luz.

O músculo orbicular do olho porção palpebral está situado também na região da órbita. Origina-se na palpebral e insere na rafe da pálpebra. Apresenta ação de fecha as pálpebras (suave, dormir, rápido, reflexo) e movimentar os supercílios. É um músculo muito importante no fechar voluntariamente os olhos durante o piscar como forma de proteção.
O músculo corrugador do supercílio situa-se superiormente na órbita.

Apresenta sua origem no osso frontal e inserção na cútis do supercílio. A ação é de eleva os supercílios e a fronte.

E por fim o músculo depressor do supercílio que se situa medialmente a órbita. Sua origem é no osso frontal (parte nasal) e inserção na cútis do supercílio. A sua ação é deprimir o supercílio e a fronte gerando expressão de cara carrancuda (cara fechada).

Os músculos Nasais

Os músculos do esfíncter da narina são constituídos por depressor do septo nasal, nasal e prócero. O músculo depressor do septo encontra-se acima do lábio superior. Apresenta uma origem acima do dente incisivo medial e inserção no septo nasal (cartilagem).

Responsável pelo movimento do nariz (asa do nariz) ajudando na inspiração forçada.
O músculo nasal encontra-se na região do osso nasal e origina acima do dente canino e incisivo lateral. Possui uma inserção na ponta e asa do nariz. Como ação é responsável também pelo movimento do nariz (asa do nariz) e expressão facial da emoção e estado de esforço.

O músculo prócero encontra-se entre as órbitas. Origina no osso nasal (dorso) e se insere na cútis (na região da glabela).

Possui como ação o movimento dos supercílios e da fronte, produzindo rugas no dorso do nariz e na fronte; reduzem o ofuscamento da luz solar; franzem as sobrancelhas e atuam na expressão de concentração.

Conhecendo os músculos labiais

Os músculos do esfíncter labial são constituídos pelo bucinador, orbicular da boca.
O músculo orbicular da boca situa-se no contorno da boca. Este se origina no contorno da boca e lábios. Possui inserção na rima da boca e ação de estreitar a cavidade da boca, aproximar os lábios (faz o bico), assoviar e assoprar.

Já o músculo bucinador encontra-se profundamente na região lateral da bochecha. Origina no corpo da mandíbula e se insere no ângulo da boca. Possui ação de movimentar a bochecha, assoviar, assoprar, manter os alimentos entre os dentes no momento da mastigação.

Os músculos da postura labial são constituídos pelo risório, depressor do ângulo da boca, levantador do ângulo da boca, zigomático maior, zigomático menor, levantador do lábio superior, levantador do lábio superior e da asa do nariz, depressor do lábio inferior, mentual ou mentoniano.

O músculo risório encontra-se próximo ao ângulo da boca. Possui sua origem na fáscia massetérica e inserção no ângulo da boca. Apresenta como ação o sorriso falso.
O músculo depressor do ângulo da boca situa-se logo abaixo do ângulo da boca. A sua origem é na base da mandíbula e inserção no ângulo da boca.

Apresenta como ação o movimento de depressão do ângulo da boca, expressando tristeza.
O músculo levantador do ângulo da boca encontra-se lateral ao lábio superior. Apresenta uma origem no osso maxilar e inserção no ângulo da boca e lábio superior. Possui a ação de elevar o ângulo da boca e gera o sorriso mostrando os dentes.

O músculo zigomático maior está situado superiormente ao risório. A sua origem é no osso zigomático e sua inserção no ângulo da boca. Apresenta como ação a retração e elevação do ângulo da boca no ato de rir.

O músculo zigomático menor está situado logo abaixo do orbicular dos olhos e possui sua origem e inserção idêntica ao zigomático maior. Apresenta como ação a elevação do lábio superior expondo os dentes durante o sorriso.

Continuando, o músculo levantador do lábio superior está situado inferior e medialmente ao orbicular. Sua origem é na margem infraorbital e sua inserção é na asa do nariz e lábio superior. Apresenta como ação o movimento de elevação e versão do lábio superior.
O músculo levantador do lábio superior e da asa do nariz está situado lateralmente ao músculo nasal. Possui sua origem na maxila e inserção na asa do nariz e lábio superior.
Apresenta como ação a elevação e versão do lábio superior, além de ter a capacidade de dilata as narinas.

O músculo depressor do lábio inferior está situado inferiormente ao orbicular da boca. Possui origem na base da mandíbula e inserção no lábio inferior. Apresenta como ação o movimento de deprime o lábio inferior e expressões de ironia, o pensar e a dúvida.
Por último o músculo mentoniano, situado inferiormente ao orbicular da boca, com origem na mandíbula e inserção na cútis do mento. Possui como ação a elevação do mento no momento de beber um copo cheio de água, falar e expressar dúvida.
Para finalizarmos o assunto sobre músculos da cabeça não podemos deixar de estudarmos os músculos responsáveis pela mastigação, ou seja, responsáveis por movimentar a mandíbula.

Os músculos da mastigação são constituídos pelo masseter, temporal, pterigóideo lateral, pterigóideo medial.

O músculo masseter encontra-se lateralmente na bochecha e anterior ao bucinador. Possui origem no arco zigomático e inserção no ramo da mandíbula. Apresenta a ação de fechar a boca (oclusão) através da elevação da mandíbula.

O músculo temporal possui um formato de leque e encontra-se na fossa temporal e posterior a fáscia temporal. Possui origem na linha temporal inferior e inserção processo coronóide da mandíbula.

Apresenta a ação de fechar a boca (elevação da mandíbula), mas também fazem a retração (movimento da mandíbula para trás) da mandíbula.

O músculo pterigóideo lateral encontra-se posterior ao osso zigomático, na fossa infratemporal. Possui origem na face lateral da lâmina lateral do processo pterigóideo e inserção no colo da mandíbula e capsula articular da ATM (articulação têmporo mandibular).

Apresenta como ação o movimento de fechar a boca e protrair a mandíbula (levar a mandíbula para frente).

E por último o músculo pterigóideo medial. Este se encontra posterior a mandíbula (ramo). Possui origem no processo pterigóideo (face medial da lâmina lateral) e no ângulo da mandíbula (face medial). Apresenta como ação o movimento de fechar a boca e protrair a mandíbula.

Gostou do artigo? Inscreva-se e continue nos acompanhando!

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Biologia.

Mais artigos sobre o tema