O sistema de globalização e o neoliberalismo

Quando pensamos em globalização, nos vem à ideia de um sistema capitalista, totalmente consumista e regrado de exploração da classe trabalhadora. Fazendo um paradoxo dos pensamentos “marxistas”, precisamos entender como surgiu à globalização, como a filosofia neoliberal contribuiu para que hoje, passássemos a ter a livre iniciativa de comércio.
A influência da revolução industrial

O nascimento da indústria causou grandes transformações na economia mundial, assim como no estilo de vida da humanidade, uma vez que acelerou a produção de mercadorias e a exploração dos recursos da natureza.

Além disso, foi responsável por grandes transformações no processo produtivo e nas relações de trabalho.

A Revolução Industrial foi iniciada de maneira pioneira na Inglaterra, a partir da segunda metade do século XVIII, e atribui-se esse pioneirismo aos ingleses pelo fato de que foi lá que surgiu a primeira máquina a vapor, em 1698, construída por Thomas Newcomen e aperfeiçoada por James Watt, em 1765.

A revolução industrial contribuiu com o processo de globalização, com os avanços tecnológicos e industriais que permitiram o nosso atual modelo de globalização.

O que é o neoliberalismo?

O neoliberalismo vai criar as condições políticas para o atual estágio de globalização. Sem dúvidas, a globalização não seria como é hoje, sem esses modelos de discursos neoliberais. Esse neoliberalismo teve como objetivo as aberturas dos mercados, a redução do protecionismo¹.

Outra característica do neoliberalismo é a não intervenção do Estado, resgatando as ideias clássicas do liberalismo. A globalização que vivemos atualmente é o resultado do avanço desse discurso político econômico que é o neoliberalismo.

O neoliberalismo é um modelo que vai tentar resgatar os pressupostos do liberalismo econômico como os de Adam Smith, John Locke e outros pensadores importantes do século XVI, XVII. O neoliberalismo surgiu a partir da Segunda Guerra Mundial, tentando recuperar as visões de uma sociedade livre, uma sociedade de mercado aberto. O neoliberalismo é uma tentativa de romper com esse Estado interventor alegando que o Estado ao intervir demais tira a liberdade das ações econômicas principalmente no que diz respeito a livre iniciativa privada.

Dentro desse prisma, as ideias neoliberais ganham forças também, a partir do colapso do bloco socialista onde tínhamos um Estado altamente interventor, a chamada “Economia Planificada”, onde o Estado determinava o que, como e quando produzir.

Quando esse modelo entrou em colapso, passou a disseminar a ideia de que o Estado altamente interventor seria prejudicial para a economia, com isso, então, fez predominar a filosofia neoliberal.
¹ protecionismo é a teoria oposta ao livre comércio

O que é a globalização?

A globalização é um termo que foi elaborado na década de 1980 para descrever o processo de intensificação da integração econômica e política internacional, marcado pelo avanço nos sistemas de transporte e de comunicação. 

O processo de globalização é um fenômeno do modelo econômico capitalista, o qual consiste na mundialização do espaço geográfico por meio da interligação econômica, política, social e cultural em âmbito planetário.

Se a globalização é entendida como uma expansão de mercados, o neoliberalismo defende o fim do protecionismo, a redução das barreiras, a redução das tarifas, permitindo uma expansão no processo de globalização.
As principais beneficiadas pela globalização são as empresas transnacionais, haja vista que esse fenômeno faz com que elas continuem com suas matrizes em um país (desenvolvido), mas atuem com filiais em outros (em desenvolvimento), expandindo seu mercado consumidor.

Elas se aproveitam da mão de obra barata, além de benefícios (isenção de imposto, doação de terreno, etc.) proporcionados pelos governos dos países em desenvolvimento, visando ao aumento da lucratividade.

Gostou do artigo? Inscreva-se no nosso blog, conheça os cursos da área e continue nos acompanhando.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área de Conhecimentos Gerais.

Mais artigos sobre o tema