Órgão Tendinoso de Golgi: O que é e por quê é importante?

São receptores sensoriais que possuem fibras encontradas na junção dos músculos com seu tendão. Consistem em fibras nervosas sensitivas aferentes do tipo Ib.

A principal diferença entre o órgão tendinoso de Golgi e o fuso é que o fuso muscular detecta o comprimento do músculo e suas alterações e o órgão tendinoso de Golgi detecta a tensão muscular.

Quando saber que é um órgão tendinoso?

Os sinais no órgão tendinoso de Golgi são transmitidos por fibras nervosas do tipo Ib e, da mesma maneira que as fibras primárias do fuso, elas transmitem influxo para a medula e para áreas centrais distantes.

Aqui está o fato que mais interessa em termos de osteopatia. É que quando estimulamos um Golgi por um aumento de tensão muscular (contração muscular), os sinais são transmitidos para a medula espinhal para causar efeitos reflexos no próprio músculo estimulado.

Esse reflexo é, no entanto, inteiramente inibitório, ou seja, a sinapse com motoneurônio alfa libera substâncias inibitórias, como vimos anteriormente. Essas substâncias ocasionam nos músculos um estado de hiperpolarização. Na prática significa que o meio intracelular ficará com um aumento de cargas negativas, dificultando, desta forma, a contração do músculo.

Este reflexo evita que a tensão do músculo se torne excessiva de tal modo que, quando esta tensão chegar a limites extremos, a interferência via reflexos do órgão tendinoso faz com que o músculo sofra relaxamento instantâneo.

Da mesma forma que no fuso, também no Golgi podemos observar uma resposta dinâmica e estática.

Qual é a função?

Basicamente, o OTG inibe a contração do músculo agonista (agente do movimento) e estimula a contração do antagonista (músculo que se opõe ao agonista) quando a tensão muscular alcança níveis críticos.

A esse mecanismo dá-se o nome de reflexo tendinoso. Esse processo inibitório existe para evitar a contração excessiva do músculo, pois isso poderia gerar uma sobrecarga no tendão e resultaria em.

Como o OTG força o músculo agonista a se relaxar, isso acarreta uma dificuldade maior de geração de força máxima naquele movimento.

Qual a importância do órgão tendinoso de Golgi?

Na prática, a importância clínica deste reflexo para os osteopatas é que as técnicas de músculo-energia e as técnicas miotensivas se utilizam dos reflexos propiciados pelo Golgi para alcançar objetivos terapêuticos, como relaxamento muscular.

Veremos melhor este mecanismo nas descrições das técnicas osteopáticas.

Toda esta fisiologia discutida até aqui é extremamente importante para os praticantes de osteopatia.

A lesão osteopática acontece devido a um arco reflexo patológico e as técnicas empregadas têm a função de normalizar essa ação reflexa patológica.

Gostou do artigo? Inscreva-se no nosso blog, conheça os cursos da área e continue nos acompanhando.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Biologia.

Mais artigos sobre o tema