Piscicultura: Entenda a produção de catfish

O catfish (Ictaluruspunctatus) é um peixe representante da ordem Siluriformes, família Ictaluridae, caracterizando-se por não possuir escamas, apresentar barbilhões sensitivos e ser onívoro. É uma espécie originária dos estados do Golfo do México e do Vale do Mississipi nos Estados Unidos.

No entanto o catfish teve sua experiência no Brasil em 1972, no Nordeste e, em 1980, iniciou-se o cultivo na região Sul. Logo teve sucesso pelo Brasil, atingindo grandes segmentos na piscicultura sendo assim mais um peixe de grande representatividade econômica.
Na região de Santa Catarina o catfish vem sendo uma espécie de grande potencial para Estado, uma das vantagens que o catfish tem demonstrado é sua versatilidade em se adaptar muito bem no clima desta região. Além de suas características desejáveis o catfish tem conquistado um público crescente devido as suas qualidades de carne nobre. No entanto, o principal canal de comercialização do “catfish” se dá por pesque e pague, sendo que lanchonetes e supermercados também aceitam muito bem.

Criação de Catfish

A piscicultura no Brasil tem um enorme potencial de crescimento. O Estado de Santa, Rio Grande do Sul e Paraná, ocupam um lugar de destaque no cenário nacional da criação de peixes em água doce. A piscicultura é praticada em pequenas propriedades, que, na sua maioria, têm nela uma atividade complementar.

O catfish é um peixe de couro, com hábito alimentar onívoro, nativo dos Estados Unidos, tendo despertado interesse dos produtores e indústrias da região sul do Rio Grande do Sul, devido à qualidade da carne, crescimento e facilidade de manejo. Encontra-se introduzido em províncias do Canadá e em todo os Estados Unidos, assim como em muitos outros países do mundo.

Para o melhor desempenho da espécie, o catfish se comporta muito bem em temperaturas em torno de 29 C. Em relação à concentração de oxigênio dissolvido, níveis próximos a 4ppm, diminuem o crescimento do catfish, podendo ocasionar o aparecimento de doenças, devido ao estresse. Com relação ao pH, essa espécie suporta variações entre 4,0 a 9,0, sendo o ideal em torno de 7. 

Segundo Furuya & Ribeiro (1998),apud Lima, F.S.M, 2011., o catfish de canal apresenta uma série de caracteres desejáveis para o cultivo, como: não se reproduz nos viveiros, apresenta facilidades em liberar a desova pelo processo artificial, aceita facilmente alimentação artificial, adapta-se a variações bruscas de temperatura e aos vários sistemas de cultivo empregados na sua produção, dentre outros.

Com isso vemos que o catfish, é uma espécie carnívora que se adapta bem a alimentação com ração. O sistema de cultivo preconizado é o semi-intensivo, com densidades de até um peixe/m². Para densidades mais elevadas é fundamental o uso de aeradores, pois apesar de ser uma espécie resistente a falta de oxigênio, por breves períodos, esta situação provoca uma redução acentuada no crescimento. A faixa de temperatura para cultivo dessa espécie é de 22 a 28°C, mas os peixes podem suportar temperaturas de até 16°C.

Importância econômica

A produção comercial de catfish é uma atividade nova, sendo que nos últimos anos, houve um grande crescimento de consumo de peixes, e considerando a necessidade de aumento de produção de peixes cultivados e os desejos e anseios do consumidor, a espécie catfish vem complementar as possíveis alternativas de produtos de alta qualidade, podendo assim justificar sua aceitação mercado.

Atualmente existem algumas empresas de piscicultura de catfish no Brasil, sendo quea atividade se mostra lucrativa, pois o ciclo de crescimento dos peixes é bem menor do que ociclo apresentado nos Estados Unidos, melhorando significativamente a rentabilidade donegócio. Sendo o preço que a processadora paga ao produtor é indexado ao dólar. Neste contexto umdos fatores críticos é a valorização do real frente ao dólar, que pode alterar o resultado daempresa, diminuindo receitas e aumentando os custos.

Existem pequenos produtores de catfish, porém toda produção é comprada pela indústria processadora que exporta o produto industrializado. O catfish possibilita um rendimento de 42% a 45% em filés sem espinhas, em peixes com média de 700 gramas. Desta forma, resulta em um ótimo aproveitamento em filés e que passa a ser fundamental para o cálculo do custo de produção do quilograma de filé processado. Estes números têm sido comprovados nas linhas de produção e abate de algumas indústrias catarinenses e paulistas.

Com uma eficiente estratégia de marketing e controle da qualidade, o catfish não parou mais de crescer em aceitação pelos consumidores norte-americanos. Em 10 anos passou a ser o principal produto da aqüicultura dos EUA, alcançando no início de 2000 a marca das 250.000 toneladas anuais comercializadas. Para se ter uma idéia, esse valor representa mais que o dobro de toda a produção pesqueira catarinense, que tem se mantido em torno das 100 mil toneladas anuais.

Produção Econômica

A produção econômica exige temperaturas com períodos de calor relativamente longos. Sua carne é de alto valor nutritivo e, quando convenientemente preparada, tem excelente paladar. É uma espécie que converte muito bem alimentos inertes em peso, pois se trata de um peixe extremamente rústico, e além de constituir-se em excelente alternativa para cultivos intensivos.

Peixe por metro quadrado

Devido à abundância de água existente na fazenda, é possível a criação de 1,3 peixes por metro quadrado. Devido à fragilidade dos alevinos existe um percentual de perda que gira em torno de 15% a 20%, ou seja, a cada 100 alevinos colocados na lagoa sobrevivem cerca de 80 a 90peixes. Considerando as condições climáticas da área onde a fazenda está localizada, foi considerado para o cálculo um percentual de perda de 15%.

Preço do Catfish

Devido à produção ser 100% destinada a empresas ligadas ao ramo de exportação, ou alguns casos a parte de pesque pague, e abatedouros, o preço do produto foi considerado em dólar, pois efetivamente as negociações entre processadoras e produtoras de catfish são efetuadas em dólar.
Neste contexto sofre influência direta das variações do dólar norte americano. O preço do quilograma de peixe in natura em dólar é de U$ 1,30. Tendo um custo médio unitário do alevinode R$ 0,25 podendo chegar a R$ 0,29 por causa do percentual de perda dos alevinos.

Gostou do conteúdo e ficou interessado em saber mais? Siga acompanhando nosso portal e fique por dentro de todas nossas publicações. Aproveite também para conhecer nossos cursos e ampliar seus conhecimentos.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Biologia.

Mais artigos sobre o tema