Polímeros de adição

Polímeros de adição

Polímeros de adição são aqueles formados por meio da quebra de ligações dos alcenos, por reações de adição.

São exemplos de polímeros de adição: politetrafluoretileno (teflon); policianeto de vinila (poliacrilonitrila); poliacetato devinila (PVA), polieritreno (borracha sintética), etc.

Polímeros de condensação

Estes polímeros são formados a partir de reações de condensação. As subunidades monoméricas se unem por meio de eliminação intermolecular de moléculas menores, como água ou álcoois. São exemplos de polímeros de condensação: as poliamidas, os poliésteres, as poliuretanas e as resinas de formaldeído.

Biomoléculas

Os organismos vivos são formados por muitas moléculas orgânicas e inorgânicas. As moléculas orgânicas, como já falado nos módulos anteriores, são formadas principalmente por carbonos, hidrogênio, nitrogênio, oxigênio, enxofre e fósforo, sendo que a capacidade de formar cadeias do carbono possibilita a geração de uma diversidade de compostos, como as biomoléculas. As principais biomoléculas que discutiremos aqui são: carboidratos, lipídeos, aminoácidos e proteínas.

Carboidratos

Carboidratos são polímeros naturais formados por unidades monoméricas chamadas de monossacarídeos. Alguns possuem alta massa molecular. São as moléculas biológicas mais abundantes da natureza.
São formados por carbono, hidrogênio e oxigênio. Representam a principal fonte de energia para a célula e são importantes constituintes estruturais das membranas celulares e da matriz extracelular.

Os carboidratos podem ser classificados de acordo com a quantidade de unidades monoméricas, – dissacarídeos (dois monossacarídeos); oligossacarídeos (até oito monossacarídeos) e polissacarídeos (acima de oito monossacarídeos).

A molécula de glicose sofre ciclização por meio da reação intermolecular do grupo -OH no carbono 5 com o grupo aldeído (carbono 1), formando um hemiacetal.

Os açúcares mais simples como os monossacarídeos e os dissacarídeos são cristalinos e solúveis em água. Os polissacarídeos são insolúveis em água, como o amido.

Os polissacarídeos ou glicanas podem ser divididos em homopolissacarídeos e heteropolissacarídeos.

Os homopolissacarídeos são formados por apenas um tipo de monossacarídeo. Exemplo: amido, glicogênio, celulose e quitina.

Os heteropolissacarídeos ou glicosaminoglicanas servem como suporte extracelular a muitas formas de vida e componente estrutural de parede celular de bactérias.

Um exemplo de glicosaminoglicana é o ácido hialurônico. É um poliânion extremamente hidrófilo, sendo que a água de solvatação forma, ao redor desta macromolécula, várias camadas ordenadas e fixas. O ácido hialurônico é muito utilizado em cremes antienvelhecimento. Ele é uma substância fundamental amorfa que ocupa os espaços entre as fibras elásticas e colágenas, funcionando como lubrificante para esta microarquitetura móvel. Age como um poderoso antioxidante.

Existem muitas doenças relacionadas com açúcares, entretanto a mais comum é o Diabetes mellitus. A mais frequente, que ocorre geralmente depois dos 40 anos, é a do tipo II, na qual o pâncreas tem deficiência na produção de insulina.

Gostou do conteúdo e ficou interessado em saber mais? Siga acompanhando nosso portal e fique por dentro de todas nossas publicações. Aproveite também para conhecer nossos cursos e ampliar seus conhecimentos. Nossos cursos na área da Biologia abrangem os mais diversos conteúdos e oferecem certificado para você utilizar como créditos complementares. 

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Biologia.

Mais artigos sobre o tema