Sistemas Defensivos no Handebol

Handebol começou a ser jogado em Berlim, na Alemanha durante a primeira guerra mundial e apenas nos anos 30 este esporte começou a ser considerado como modalidade oficial dos Jogos Olímpicos e por sua importância, hoje vamos falar sobre o sistema defensivo no Handebol.

Com essa breve introdução, você já percebeu que esse esporte é um dos mais antigos e a sua importância só fica mais evidente com, por isso que o texto da semana é sobre ele e os seus sistemas defensivos.

Qual o sistema defensivo do Handebol?

No Handebol são usados sistemas defensivos como: 3:2:1, 5:1, 6:0, 4:2 e 3:3. Mas o que isso quer dizer? Usando como exemplo, 3;2;1, significa que É formada por três linhas de defesa, uma com três jogadores sobre a linha de seis metros outra com dois em uma linha intermediária entre seis e nove metros e a terceira linha sobre os nove metros com um jogador.

O sistema mais utilizado é o 6:0, onde se encontram seis jogadores defensivos posicionados na linha dos 6 metros.

A defesa 5:1 também é bastante utilizada, nela cinco jogadores se posicionam na linha dos 6 metros e um jogador (bico ou pivô) se posiciona mais à frente que os outros.

A escolha por determinado tipo de defesa é fator que depende exclusivamente de outros dois pontos, que são:
– a organização da equipe adversária no ataque;
– a postura dos próprios jogadores de defesa.

Portanto, desconsidere a escolha do Sistema Defensivo em função da idade dos atletas, por exemplo, esse não é melhor caminho.

O interessante é poder treinar os mais variados Sistemas Táticos na defesa de sua equipe, a fim de torná-la mais rica em opções e fazer seus atletas variarem de Sistema, de acordo com a necessidade do jogo. É claro que, para tal, é necessário que a equipe possua um bom nível técnico e tático – o que não é muito comum em equipes escolares – e sim equipes profissionais de alto nível.

A marcação por zona tem por objetivos principais, diminuir as chances de arremesso ao gol, por parte da equipe adversária e trabalhar o jogo de forma coletiva, ou seja, todos os jogadores são importantes na defesa;

Zona de atuação dos jogadores

É interessante, nesse momento, ressaltar que mesmo sendo um sistema de marcação onde todos os jogadores são importantes na sua zona de atuação, o mesmo permite que os companheiros de equipe se auxiliem na marcação, caso ocorra erro por parte de algum deles – nesse momento há possibilidade de cobertura e reforço na marcação .

Além disso, esse sistema causa dificuldade nas infiltrações do adversário, pois a marcação não permite o jogo próximo dos seis metros, levando-os ao jogo próximo a linha dos nove metros, onde a marcação e interceptação de arremessos é facilitada.

Outros sistemas Táticos de Defesas
Pode-se defender por zona, utilizando os seguintes sistemas de jogo, que serão explicitados a seguir: 6:0; 5:1; 4:2; 3:3; 3:2:1.

Sistema Defensivo 6:0 no Handebol

O Sistema Defensivo 6:0 significa seis jogadores na linha de defesa, ou seja, somente o goleiro não vai para barreira junto com o time.

Este sistema defensivo do Handebol tem como forte característica ser constituído por apenas uma linha de defesa composta por todos os jogadores da equipe, exceto o goleiro, todos eles ocupando suas posições próximas à linha dos seis metros.

A marcação da defesa, neste sistema, é sempre em torno da bola, portanto, não há posições fixas, os jogadores realizam deslocamentos laterais e para frente e para trás, sempre em razão da trajetória percorrida pela a bola no ataque adversário.

O sistema defensivo 6:0 pode ser utilizado com sucesso contra equipes que possuam bons jogadores nos arremessos próximos a linha dos 06 metros, pois, esta marcação proximal dificultará ou impedirá que o adversário consiga realizar estes arremessos.

O lado negativo desta marcação tão próxima da linha dos seis metros é que se a equipe adversária contar com jogadores que possuam bons arremessos a meia e longa distância, os mesmos poderão ser beneficiados pela marcação no sistema 6:0.

É importante, nessa situação citada acima, que a equipe possa contar com um goleiro de estatura elevada, e competente para compensar essa possível falha na marcação.

O Sistema 5:1

Este sistema é formado cinco jogadores na primeira linha de defesa e um na segunda linha.
Este jogador que fica na segunda linha, tem como função tentar impedir que passes sejam trocados no ataque, ou que algum jogador adversário tente alguma penetração contra sua meta.

Resumindo, esse sistema de defesa é, basicamente, formado por duas linhas de defesa, uma com cinco jogadores próximos à linha de seis metros e a segunda com um jogador sobre a linha dos nove metros.

Este sistema pode ser utilizado de forma bem-sucedida contra equipes que possuam, além de bons arremessadores de seis metros e a meia distância, um bom armador.

É excelente para ser utilizado tanto na defesa quanto no ataque, colocando a equipe no jogo de forma bastante intensa.

O Sistema 3:3

Este sistema tático de defesa do Handebol, traz 3 jogadores na primeira linha e 3 na segunda linha, sendo que conta com três pivôs.

De forma organizada, são três jogadores que se posicionam na frente da área do tiro livre e mais três pivôs que jogam infiltrados dentro da área.

O sistema 3:3 é, sem dúvida, um dos sistemas defensivos mais ofensivos e é, por esta razão, tido como o sistema de defesa por zona mais arriscado em jogos de Handebol. Seu principal objetivo é impedir os arremessos de nove metros da equipe adversária.

Posicionamento dos Jogos

Sistema de defesa onde se encontram três jogadores na primeira linha, dois na segunda e um na terceira linha, bastante adiantado. Facilita e agiliza a ligação para contra-ataque.

Este sistema defensivo engloba nele todos os tipos de defesa possíveis, ou seja, os jogadores devem exercer marcação de forma individual, por zona e de forma combinada.

O que determina o tipo de marcação é o tipo de investida do adversário.

É, pois, um sistema muito versátil e aquele que oferece as melhores possibilidades de contra-ataque – pelo posicionamento adiantado de seus jogadores.

O sistema 3:2:1

tem por principal objetivo impedir que a equipe adversária realize movimentações que a permitam realizar passe para infiltrações na defesa. No sistema defensivo 4+2 são quatro jogadores na primeira linha e dois fazendo marcação individual.

Esse sistema é composto por duas linhas laterais, sendo que a primeira linha apresenta dois jogadores que se posicionam perto da linha dos nove metros e a segunda linha apresenta quatro jogadores que se posicionam perto da linha dos seis metros.

Com relação ao tipo de movimentação em suas respectivas posições em quadra, os jogadores da primeira linha de defesa deslocar-se-ão lateralmente – a fim de impedir infiltrações – e os da segunda linha se movimentarão para as laterais, para frente, para trás e em diagonal – impedindo os arremessos de média e longa distância e exercendo marcação pressão nos adversários.

Este sistema surte bons resultados quando utilizado contra equipes que possuam dois pivôs e dois armadores de qualidade. Sendo estes armadores jogadores que tenham boa capacidade de arremessos a meia distância.

Peculiaridades de um jogador vital para a equipe de Handebol:

Acredite, no Handebol e nos sistemas táticos de defesa, nem tudo são flores. Existem alguns pontos de atenção que todos os jogadores precisam ter, são três pontos:

O goleiro é vital na defesa.
Um bom goleiro pode representar mais de 50% do desempenho de um time.
Quando a defesa é penetrada, o goleiro é a ultima barreira ao atacante.

E quais as qualidades indispensáveis de um bom goleiro no sistema defensivo do handebol:

Boa antecipação de onde o atacante pretende arremessar;
Habilidade de ajustar força;
Reflexos rápidos;
Total concentração;
Boa capacidade de comunicação, visto ser sua responsabilidade organizar toda a defesa do time.

Ficou interessado e quer saber mais sobre o assunto? Confira o curso de Handebol Básico. Conheça também nosso portfólio de cursos na área de Educação Física e Esporte.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde no assunto!
Conheça os cursos na área da Educação.

Mais artigos sobre o tema

Educação

O saque no volei

O Voleibol, também conhecido como Vôlei, é um dos esportes coletivos mais difundidos e praticados no Brasil. Faz parte da grade curricular da Educação Física

ler artigo »