Tecidos conjuntivos de propriedades especiais

Entre os tecidos conjuntivos de propriedades especiais estão os tecidos adiposo, elástico, reticular, mucoso, cartilaginoso e ósseo. O tecido adiposo será enfatizado e abordado separadamente devido à importância do conhecimento mais aprofundado do tema para a correta abordagem terapêutica no tratamento pós-operatório de abdominoplastias.

Tipos de tecidos conjuntivos

O tecido elástico é formado por fibras elásticas grossas, por fibras colágenas finas e por fibroblastos. É um tecido pouco frequente, sendo encontrado nos ligamentos da coluna vertebral e no ligamento suspensor do pênis.

O tecido reticular é formado por fibras reticulares e por células reticulares. É um tecido muito delicado que forma uma rede para sustentar as células. Encontra-se nos órgãos que formam as células do sangue (medula óssea).

O tecido mucoso tem aspecto gelatinoso, e é o principal constituinte do cordão umbilical. Também é encontrado na polpa dental jovem. Neste tecido há predominância de substância fundamental amorfa e poucas fibras.

O tecido cartilaginoso é formado por células denominadas condroblastos e condrócitos. Os condroblastos produzem grande quantidade de fibras proteicas; quando sua atividade metabólica diminui, passam a ser denominados condrócitos.

O tecido cartilaginoso é desprovido de vasos sanguíneos e de nervos; é nutrido pelo tecido conjuntivo denso que o envolve.

O tecido ósseo é o principal componente dos ossos. É bem mais resistente que o cartilaginoso, pois é constituído de uma matriz rígida (formada basicamente por fibras colágenas e sais de cálcio), e composto por vários tipos de células; osteoblastos, osteócitos e osteoclastos.

Tecido adiposo

O tecido adiposo é um tipo de tecido conjuntivo de propriedades especiais formado por células de gordura denominadas adipócitos. Os adipócitos exercem a importante função de armazenadores de lipídios, que são biomoléculas que atuam como reservatório energético e fornecem energia por período prolongado.

Os adipócitos também auxiliam na manutenção da temperatura corpórea, atuando como isolante térmico e na modelagem corporal, apresentando distribuição diferenciada no corpo do homem e no corpo da mulher.

Favorecem o preenchimento de espaços e a manutenção dos órgãos em posição normal. Este tipo de tecido está distribuído por todo o organismo e em particular sob a pele, sendo ricamente irrigado por vasos sanguíneos.

A quantidade de tecido adiposo previsto no corpo humano

A quantidade de tecido adiposo presente em um indivíduo é determinada por fatores genéticos e pela ingestão de calorias. A mobilização e a deposição dos lipídios dentro dos adipócitos sofrem influência de fatores neurais e hormonais.

A noradrenalina é essencial para a mobilização dos lipídios, pois ela inicia uma série de passos metabólicos nos adipócitos que levam a ativação da lípase (enzima que quebra os triglicerídeos).

O tecido adiposo pode ser classificado como: tecido adiposo branco (amarelo) ou unilocular e tecido adiposo pardo ou multilocular.

Gostou do conteúdo e ficou interessado em saber mais? Siga acompanhando nosso portal e fique por dentro de todas nossas publicações. Aproveite também para conhecer nossos cursos e ampliar seus conhecimentos.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Biologia.

Mais artigos sobre o tema