Teorias do Envelhecimento

Teorias do Envelhecimento

O envelhecimento reporta todas as alterações, que levam a uma diminuição nas habilidades de um organismo. Das muitas teorias sobre o envelhecimento, quase todas são plausíveis e possuem na sua maioria, base científica sólida.

Uma das razões porque não se chega a um consenso e a uma sistematização de todas as teorias, é a complexidade inerente ao universo vivo, não se podendo cometer a ingenuidade de atribuir um determinado efeito a uma só causa, pois estará a contrariar a noção de organismo vivo, como sistema integrado. 

Há várias teorias que explicam o processo de envelhecimento, por isso muitos cientistas ficam fascinados pelo estudo dos mecanismos de tal processo.

Teoria do desgaste

Esta teoria afirma que cada organismo estaria composto de partes impermeáveis e que a acumulação de falhas em suas partes vitais levaria à morte das células, tecidos, órgãos e finalmente do organismo como um todo. 

Teoria do erro catastrófico: propõe que com o passar do tempo se produziria uma acumulação de erros na síntese proteica, que finalmente determinaria prejuízos na função celular.

Teoria dos radicais livres

É uma das teorias mais populares, pois defende que o envelhecimento seria o resultado de uma inadequada proteção contra os danos produzidos nos tecidos pelos radicais livres. 

Teoria do relógio biológico

Esta teoria foi umas das pioneiras para explicar o processo do envelhecimento, ela consta que cada organismo possui um relógio, que determina quando se inicia o envelhecimento e marca as épocas em que suas características seriam mais visíveis

Alterações morfológicas e funcionais causadas pelo envelhecimento

As alterações causadas pelo envelhecimento intrínseco são mais harmônicas, ocorrendo à diminuição da função cardiocirculatória e queda da atividade respiratória, a pele torna-se mais delgada, e em alguns lugares enrugadas, ela se torna mais permeável permitindo a passagem mais rápida de micro-organismos.

As fibras de colágeno da derme tornam-se mais grossa e as fibras elásticas perdem parte de sua elasticidade, aumentando gordura no tecido subcutâneo.

Alterações celulares causadas pelo envelhecimento.

As funções de cada célula do organismo também passam por alterações com o processo do envelhecimento, a função celular declina progressivamente com a idade, as células que vão ficando velhas têm menor capacidade de captação de nutrientes e reparo de danos cromossômicos, além de possuírem núcleos irregulares e diminuição do retículo endoplasmático.

Envelhecimento x Pele

Com o envelhecimento a pele começa a sofrer mudanças que modificaram seu aspecto.

As fibras elásticas irão se alterar, ocasionando a perda da elasticidade, haverá uma diminuição da espessura da pele e do tecido subcutâneo, o que levará ao aparecimento de rugas. 

Linhas de expressão

As linhas de expressão são observadas em toda a pele, sendo mais visíveis em áreas que foram expostas abundantemente à luz solar, vento e frio e podem ser causadas também por diminuição de nutrição e oxigenação como rostos e mãos.

E aí, gostou do conteúdo e ficou interessado em saber mais? Siga acompanhando nosso portal e fique por dentro de todas nossas publicações. Aproveite também para conhecer nossos cursos e ampliar seus conhecimentos.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Biologia.

Mais artigos sobre o tema