Tipos de Pelos

Existem diversos tipos de pelos que, em épocas diferentes, recobrem o corpo humano (Meira, 2011): lanugem, velus e o pelo terminal.

Lanugem: é o pelo que cobre o feto, e desaparece após o nascimento. É delgado e macio. É produzido pelos folículos fetais e se desprende no útero entre o sétimo e o oitavo mês de gestação ou logo após o nascimento. Ao nascer o bebê apresenta uma camada de gordura e resíduos de lanugem denominada vernix caseoso;
Velus: é o pelo que substitui a lanugem após o nascimento. É macio, fino (<0,1 mm), curto (< 2 cm) e pouco pigmentado. Pode ser encontrado normalmente nas faces das mulheres ou na área de calvície dos homens.
Pelo terminal: é o pelo que substitui o velos. É mais comprido (> 2cm), mais grosso (até 0,6 mm), pigmentado, visível e medulado. Encontrado nas axilas, regiões pubianas, pernas, sobrancelhas, cílios, barba, bigode e cabelos do couro cabeludo.

Dentre todas as regiões que possuem pelos terminais e que, portanto, podem ser depiladas, a axila e a virilha são as mais solicitadas, sobretudo, pelas mulheres. No homem, a depilação é mais comum na região do tórax e abdômen.

Daí a importância de conhecermos um pouco mais sobre as características dos pelos dessas regiões (Wikipédia, 2011):

Pelos axilares: pelos presentes na parte interna da axila, popularmente denominada como “sovaco”. Como a maioria dos outros pêlos, surge na puberdade e seu crescimento é concluído até o final da adolescência. Exercem função sexual, pela liberação de feromônios, servem de acolchoamento “anti-atrito” entre a parte superior do braço e tórax e mantém a umidade longe da pele, impedindo a colonização bacteriana.

Pêlos púbicos (pubianos): pelos grossos localizados na região frontal da pelve, acima e à volta dos órgãos sexuais masculino e feminino. Sua função no ser humano é a proteção dos órgãos sexuais contra o frio. Uma função secundária é o estímulo pelo atrito durante o ato sexual.


Pêlos abdominais: antes da puberdade, o abdômen de meninos e meninas é coberto por uma fina camada de pelo. Em resposta aos crescentes níveis de hormônios durante e após a puberdade começam a surgir pelos mais grossos, longos e escuros no abdômen, principalmente nos meninos.

De maneira sucinta, existem diversos tipos de pelos que, em épocas diferentes, recobrem o corpo humano: lanugem (pelo que cobre o feto, e desaparece após o nascimento); vêlus (pelo que substitui a lanugem após o nascimento e que também pode ser encontrado nas faces femininas ou nas áreas de calvície em homens) e o pelo terminal (pelo mais comprido, mais grosso e pigmentado, encontrado nas axilas, púbis, pernas, sobrancelhas, cílios, barba, bigode e cabelos). Dentre todas as regiões que possuem pelos terminais (podem ser depiladas), a axila e a virilha são as mais solicitadas por mulheres e a região do tórax e abdômen por homens.

Gostou do conteúdo e ficou interessado em saber mais? Siga acompanhando nosso portal e fique por dentro de todas nossas publicações. Aproveite também para conhecer nossos cursos e ampliar seus conhecimentos.

De maneira sucinta, existem diversos tipos de pelos que, em épocas diferentes, recobrem o corpo humano: lanugem (pelo que cobre o feto, e desaparece após o nascimento); vêlus (pelo que substitui a lanugem após o nascimento e que também pode ser encontrado nas faces femininas ou nas áreas de calvície em homens) e o pelo terminal (pelo mais comprido, mais grosso e pigmentado, encontrado nas axilas, púbis, pernas, sobrancelhas, cílios, barba, bigode e cabelos). Dentre todas as regiões que possuem pelos terminais (podem ser depiladas), a axila e a virilha são as mais solicitadas por mulheres e a região do tórax e abdômen por homens.

Gostou do conteúdo e ficou interessado em saber mais? Siga acompanhando nosso portal e fique por dentro de todas nossas publicações. Aproveite também para conhecer nossos cursos e ampliar seus conhecimentos.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Biologia.

Mais artigos sobre o tema