A Importância da Língua Portuguesa

língua portuguesa é muito mais do que gravar regras e macetes. Na verdade, são suas regras que nos ensinam a escrever e a nos comunicarmos melhor. Mesmo tendo um povo totalmente alheio a regras gramaticais e com uma facilidade imensa para a criação de neologismos, os professores de língua portuguesa enfrentam todos os dias um desafio impressionante dentro das escolas, faculdades e cursos: o desamor, o desdém, o desprezo e a recusa.

A importância de se aprender as regras gramaticais, para se escrever textos melhores, aumenta a cada período, em: Nossa vida diária, profissional e principalmente em nosso convívio diário. Cada vez mais encontramos pessoas nos observando, e quando desprezamos o domínio mínimo da norma culta, principalmente na escrita, incorporando o coloquial diário, reduzimos a língua com uma criatividade espetacular.


Veja alguns exemplos de palavra e internetês:


Você = vc
Também = tb
Hoje = hj
Não = ñ
Porque = pq
Além das reduções, que agilizam as comunicações informais (entre amigos e familiares), encontramos ainda – o que é bem mais grave – o uso sintático incorreto das palavras, já que muitos falantes acreditam, por conta da prática coloquial, que podem escrever como falam. Por conta disso, alguns usos, como os abaixo, são frequentes:
Errado | Certo
Me dá… | Dá-me ou Dê-me
O carro bateu mais ninguém se feriu | O carro bateu, mas ninguém se feriu
Afirmo sou inteligente | Afirmo que sou inteligente
Senão não fosse o trânsito tinha me atrasado. | Se não fosse o trânsito tinha me atrasado.
Se o domínio da norma culta da Língua Portuguesa é importante para o sucesso pessoal e profissional de todos, o mínimo que se pede aos professores e Palestrantes é que deem o exemplo.

Isto porque, diretores, superintendentes e presidentes de empresas precisam contar com a competência linguística – conhecimento gramatical e interpretativo – daquelas pessoas. A falta desse domínio será notada por muitos rapidamente.

Mas, por que afinal precisamos escrever e saber utilizar a norma culta?

A resposta a esta pergunta não está somente no fato de que iremos ser professores, palestrantes, diretores…, mas, sim, pela obrigatoriedade cotidiana que temos em nossas vidas de escrever bilhetes, relatórios, preparar documentos, currículos, escrever e-mails etc.
Veja a seguinte situação e tente perceber a diferença de interpretação e não gramatical e sintática. Pois gramaticalmente ambas estão corretas, porém a interpretação é feita de duas formas:
Esposa:
1. –
 Amanhã estarei de serviço de 8h a 10h.
2. – Amanhã estarei de serviço das 8h às 10h.
Com isso observamos que o avanço digital tem aumentado à necessidade de escrevermos e sabermos melhor a Língua Portuguesa.
Resposta:
Primeira =
 Quantidade de horas (de 8 a 10 horas de trabalho)
Segunda = Período em que se trabalhará (aqui a quantidade seria de 2 horas de trabalho)

Perceberam a questão?

Confira também o nosso portfólio de cursos na área de Educação e Pedagogia e dê um passo à frente na sua carreira profissional.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde no assunto!
Conheça os cursos na área da Educação.

Mais artigos sobre o tema

Educação

O saque no volei

O Voleibol, também conhecido como Vôlei, é um dos esportes coletivos mais difundidos e praticados no Brasil. Faz parte da grade curricular da Educação Física

ler artigo »