História da Educação Física no mundo

A Educação Física é vista nos dias de hoje como uma disciplina construtiva de saúde, qualidade de vida e inclusão social. Porém em sua origem, o desenvolvimento dos movimentos e das qualidades corporais eram orientados para outros aspectos do cotidiano das pessoas que os praticavam.

O início da História da Educação Física

Podemos dizer que o início da Educação Física remonta aos tempos do homem primitivo. Quando esse precisava expandir e fortalecer suas capacidades físicas com a finalidade de sobrevivência. Ser bem sucedido nos desafios diários era, muitas vezes, uma questão de vida ou morte para essa população. Mesmo podendo verificar neste período os primeiros registros da importância do desenvolvimento da força física, entre outros aspectos do treinamento humano, sendo exercida, sabemos que tudo isso acontecia de maneira inconsciente, ou seja, instintiva.

Processo evolutivo do corpo humano

O processo evolutivo que o corpo humano sofreu através dos tempos, trouxe como resultado, em sua anatomia, um refinamento para os gestos motores em comparação aos nossos ancestrais. Levando em consideração que o ser humano necessitava correr, nadar, levantar, pular, entre outros exercícios, para a manutenção de sua sobrevivência. Esse progresso evolutivo foi aperfeiçoando muitos aspectos com base nas necessidades intrínsecas de ataque e defesa.
Demonstrando que essas transformações traziam vantagens, pois qualidades como a agilidade, destreza e força, entre outras, traziam aos indivíduos privilégios em relação aos outros animais ou aos outros indivíduos menos preparados dentro do próprio grupo. Podemos mencionar o polegar humano como exemplo de desenvolvimento que possibilitou um avanço sobre outras espécies.
Segundo historiadores, ainda em tempos remotos, a prática de exercícios físicos contribuiu para queas sociedades orientais começassem a se tornar mais civilizadas. No Oriente os exercícios eram vistos com um sentido moral e preparatório para a vida. Na Índia, a realização de atividades físicas estava completamente unida com o ensino e com a religião daquela sociedade, o que podemos observar até os dias atuais. Já na China, a origem do treinamento físico tinha um atributo mais bélico. O empenho de técnicas para aprimorar as qualidades físicas e motoras dos guerreiros conferia êxito e eram muito utilizadas na preparação para a guerra.
A sociedade grega antiga viveu um momento em que a atividade física era considerada muito importante e estava diretamente ligada à intelectualidade e à espiritualidade em forma de filosofia de vida e, até mesmo, relacionada com a mitologia da época. Os gregos antigos pensavam que um corpo de aparência atlética era bem aceito visualmente e demonstrava habilidades tais como a vitalidade, destreza, saúde e, é claro, força. A atividade física era tão relevante na Grécia Antiga que os exercícios físicos faziam parte da Academia de Platão, a primeira escola de filosofia do mundo ocidental.
A Grécia também é considerada o “berço dos esportes”, pois foram os gregos que criaram os Jogos Olímpicos. Nos jogos da antiguidade os atletas faziam homenagens aos seus deuses com a prática das diferentes modalidades competitivas. Os Jogos Olímpicos mudaram muito ao longo do tempo, mas ainda conservam muito dos valores filosóficos edo espírito dos jogos originais gregos.

Já no Brasil


Já no Brasil, a Educação Física teve sua origem graças a uma grande miscigenação cultural. Desde as atividades rudimentares com objetivo de sobrevivência dos índios que habitavam o território primeiramente, passando pela chegada dos colonizadores e, posteriormente, os imigrantes, todos puderam acrescentar inúmeras fontes e elementos de suas próprias culturas para que a atividade física fosse aprimorada e adequada de acordo com as necessidades de sua sociedade e tempo.
No Brasil, a Educação Física vista como disciplina, com exercícios ministrados de forma organizada, possui sua origem por volta da metade do século XIX, ou seja, no período do Brasil Império. Foi nesse período da história que começaram a existir leis que permitiam a inclusão da ginástica na grade curricular de ensino e os estudantes passaram a usufruir desse benefício. As transformações aconteceram ao longo dos anos, porém, foi apenas na década de 1990 que a atividade física obteve um status mais amplo na sociedade brasileira, até vir a tornar-se a Educação Física como conhecemos nos dias atuais. Mas é certo que a história continua e ainda presenciaremos novas transições que trarão renovações para a Educação Física no Brasil e no mundo.

Gostou do artigo? Confira nosso portfólio de cursos na área de Educação Física e Esporte e utilize o certificado dos cursos para complementar suas atividades acadêmicas.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde no assunto!
Conheça os cursos na área da Educação.

Mais artigos sobre o tema

Educação

O saque no volei

O Voleibol, também conhecido como Vôlei, é um dos esportes coletivos mais difundidos e praticados no Brasil. Faz parte da grade curricular da Educação Física

ler artigo »