O sistema econômico socialista

O socialismo é um sistema econômico proposto por Karl Marx e Friedrich Engels, em seu manifesto comunista. Eles defendiam a ideia de que sociedade vivia em uma luta de classes, onde burguesia e proletariado tinham interesses diferentes e esses interesses eram conflitantes.

Enquanto o proletariado sofria em condições péssimas, vendendo sua força de trabalho por um preço baixíssimo, o burguês lucrava em cima do trabalhador. O sistema econômico socialista defendia que algumas mudanças deveriam acontecer.

As classes sociais do Socialismo

No socialismo as classes são extintas, todos teriam o mesmo padrão de vida e de condições. Profissões seriam valorizadas da mesma forma, ninguém seria considerado melhor do que o outro. 

As riquezas seriam distribuídas de forma igualitária, existiria uma horizontalidade de classes. No socialismo as propriedades privadas seriam extintas e tudo seria público.

A origem do Socialismo

O socialismo surgiu em resposta ao capitalismo, sistema vigente hoje e que defende a propriedade privada e o mínimo intervencionismo público na economia. O sistema econômico socialista foi implantado em algumas sociedades, mas nunca realmente funcionou. Pois os líderes se tornaram ditadores ou possuíam uma posição privilegiada em comparação com o resto da população.

No socialismo não haveria patrões empregados, pois todos trabalham em prol da sociedade, a economia seria completamente estatal. O Estado seria responsável por regular o estoque e a produção de bens, o valor do salário. Essas características são completamente opostas ao que o capitalismo defende.

Como funciona o sistema econômico do socialismo?

O sistema econômico socialista surge como uma forma de resolver os problemas da sociedade atual, porém é difícil fazer com que esse sistema funcione, pois somos criados e acostumados a vivermos em uma sociedade extremamente capitalista, meritocrática e individualista. 

Colocamos nosso interesse acima dos interesses dos outros. A todo o momento somos pressionados a “vencer na vida”, projetamos sonhos baseados em sucesso profissional e, frequentemente, relacionamos sucesso à bens materiais.

Em uma de suas obras “O Manifesto Comunista” Karl Marx chama para a luta os trabalhadores. Sua frase célebre “trabalhadores do mundo uni-vos, pois nada mais tens a perder que suas próprias amarras” se tornou um grito de libertação para os operários, oprimidos de todas as épocas.

Quem foi Karl Marx?

Karl Heinrich Marx nasceu em Trier, Renânia, província ao sul da Prússia – um dos muitos reinos em que a Alemanha estava fragmentada, no dia 5 de maio de 1818. Filho de Herschel Marx, advogado e conselheiro da justiça, descendente de judeu, era perseguido pelo governo absolutista de Guilherme III.

Em 1835, depois de concluir seus estudos no Liceu Friedrich Wilhelm, Karl ingressou no curso de Direito da Universidade de Bonn onde participou das lutas políticas estudantis.

No final de 1836, Karl Marx se transferiu para a Universidade de Berlim para estudar Filosofia. Nessa época, se propagavam as ideias de Hegel, destacado filósofo e idealista alemão. Marx se alinhou com os “hegelianos de esquerda”, que procuram analisar as questões sociais, fundamentadas na necessidade de transformações na burguesia da Alemanha.

Gostou do conteúdo e ficou interessado em saber mais? Siga acompanhando nosso portal e fique por dentro de todas nossas publicações. Aproveite também para conhecer nossos cursos e ampliar seus conhecimentos.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde no assunto!
Conheça os cursos na área da Educação.

Mais artigos sobre o tema

Educação

O saque no volei

O Voleibol, também conhecido como Vôlei, é um dos esportes coletivos mais difundidos e praticados no Brasil. Faz parte da grade curricular da Educação Física

ler artigo »