Regras de Arredondamento

Uma das regras de matemática mais comum e aplicada diariamente, é a regra do arredondamento. Ela está presente em todas ou quase todas as nossas operações do dia a dia e quase que, de forma, imperceptível, não notamos a sua realização.

Afinal, o que é a regra do arredondamento?

A regra do arredondamento é, de forma literal, realizar o arredondamento para cima ou para baixo de uma fração numérica.

Realizar as operações de arredondamentos são de fundamental importância para nossos estudos, principalmente ao calcular valores que têm muitas casas decimais.

Muitas vezes é muito mais fácil e mais compreensível usarmos valores arredondados para melhorar o entendimento do público que terá acesso à informação.

A Resolução nº886/66 do IBGE

A verdade que poucas pessoas sabem é que para realizar essa operação existe uma resolução que orienta e norteia a sua operação.

Mas afinal, o que é uma resolução?

A resolução é uma norma jurídica realizada com o objetivo de disciplinar a orientação sobre assuntos do interesse interno do Congresso Nacional quando aplicativo do Brasil, ou do Conselho de Ministros, no caso de Portugal.

Resolução nº886/66 do IBGE sobre arredondamento

De acordo com a Resolução nº 886/66 da fundação IBGE, se o algarismo a ser eliminado for maior ou igual a cinco, acrescentamos uma unidade ao primeiro algarismo que está situado à sua esquerda.

Se o algarismo a ser eliminado for menor que cinco, devemos manter inalterado o algarismo da esquerda.

Veja abaixo alguns exemplos:

I) < 5 (menor que 5). Quando o primeiro algarismo a ser abandonado é 0,1,2,3 ou 4, ficará inalterado o último algarismo que permanece.

Exemplo:
43,24 passa para 43,2.
54,13 passa para 54,1.

II) > 5 (maior que 5). Quando o primeiro algarismo a ser abandonado é o 6,7,8, ou 9, aumenta-se em uma unidade o algarismo que permanece.

Exemplos:
23,87 passa para 23,9.
34,08 passa para 34,1.
74,99 passa para 75,0.
III) = 5 (igual a 5). Quando o primeiro algarismo a ser abandonado é 5, há duas soluções:
A) Se após o 5 seguir, em qualquer casa, um algarismo diferente de zero, aumenta-se uma unidade ao algarismo que permanece.

Exemplos:
6,352 passa para 6,4.
55,6501 passa para 55,7.
96,250002 passa para 96,3.

B) Se o 5 for o último algarismo ou após o 5 só se seguirem zeros, o último algarismo a ser conservado só será aumentando de uma unidade se for ímpar.

Exemplos:
14,75 passa para 14,8
24,65 passa para 24,6
34,75000 passa para 34,8
44,8500 passa para 44,8

Observação: Nunca devemos fazer arredondamentos de sucessivos.

Para melhor entendimento didático quando o ultimo primeiro algarismo a ser abandonado for 5 o último a permanecer aumenta em uma unidade.

Exemplo:

72,5 passa para 73 inteiros.
72,45 passa para 72,5 (setenta e dois inteiros e cinco décimos)-uma casa após a vírgula.
72,445 passa para 72,45 (setenta e dois inteiros e quarenta e cinco centésimos).duas casa após a vírgula.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira o curso de Matemática Financeira e aprenda a utilizar uma série de conceitos matemáticos aplicados à análise de dados financeiros.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área de Conhecimentos Gerais.

Mais artigos sobre o tema