Sentido Denotativo e Conotativo

Diariamente nos comunicamos através da linguagem, gestos e ações do dia a dia. E dentro da linguagem está a conotação e a denotação que estão relacionadas com os significados das palavras ou expressões que expressamos.

Um exemplo prático da diferença entre eles que é quando utilizamos uma mensagem com o sentido literal de acordo com o dicionário, dizemos que ela é literal e assim, ela é considerada denotativa.

E quando a mensagem possui um sentido mais subjetivo ou figurado, consideramos que ela é conotativa.

Detonatação é quando:

– Palavra com significação restrita
– Palavra com sentido comum do dicionário
– Palavra usada de modo automatizado
– Linguagem comum

Conotação

– Palavra com significação ampla
– Palavras cujos sentidos extrapolam o sentido comum
– palavra usada de modo criativo
– linguagem rica e expressiva


Agora que já aprendemos a diferença prática entre denotativo e conotativo, aprendemos que o sentido denotativo é o uso de um termo em seu sentido primeiro, real, do dicionário. Ao pensarmos em joia, logo nos vem ao pensamento uma pedra preciosa ou algo semelhante.

E o sentido conotativo: é o uso de um termo em seu sentido figurado. Ao caracterizar alguém como uma pessoa “joia”, houve uma transferência de sentido facilmente compreensível, mas inadequada para um concurso.

Evite também palavras que possam apresentar polissemia que é possuir vários sentidos no contexto; Neologismos que envolve criações artísticas ou inovadoras, arcaísmos que são palavras em desuso ou, ainda, gírias.

Um exemplo prático

Para ajudar na compreensão, separamos abaixo um exemplo prático para ajudar você a compreender a diferença entre eles. Confira abaixo:

  • cachorro da vizinha fugiu essa manhã. (sentido denotativo)
  • Aquele homem é um cachorro. (sentido conotativo)

Nas frases que citamos acima, podemos perceber que a palavra “cachorro” é utilizada em dois sentidos diferentes: denotativo e conotativo.

Na primeira frase, a palavra “cachorro” está aplicada de forma denotativa, ou seja, no sentido real e original do termo, que no caso, seria animal doméstico.

Já na segunda frase, o termo está no sentido conotativo, uma vez que se refere ao caráter do homem “cachorro”, sendo popularmente conhecido como mulherengo ou infiel.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira o curso de Redação e Produção de Texto e conheça também o nosso portfólio de cursos na área de Educação e Pedagogia, que irão auxiliar nos seus estudos.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde no assunto!
Conheça os cursos na área da Educação.

Mais artigos sobre o tema

Educação

O saque no volei

O Voleibol, também conhecido como Vôlei, é um dos esportes coletivos mais difundidos e praticados no Brasil. Faz parte da grade curricular da Educação Física

ler artigo »