Entenda o sistema de processamento de dados

O sistema de Processamento de Dados é um sistema coordenado que funciona como uma estrutura organizada, composto por três partes básicas para se processar estes dados:

• Hardware – parte física (todos os dispositivos fìsicos);

• Software – parte Lógica (Instruções, programas,…..);

• Peopleware – são os usuários que manuseiam os computadores, de forma direta ou indireta.

O microcomputador

O termo microcomputador se refere ao porte do computador, indicando aqueles que normalmente utilizamos em casa, no trabalho, nas universidades etc. São também chamados de computadores pessoais, em razão do termo PC (Personal Computer).

Criado pela IBM para nomear uma família de computadores. É uma máquina que realiza processamento de dados com rapidez e segurança, capaz de obedecer às instruções de maneira determinada.

A linguagem do computador

Os computadores trabalham com um tipo de linguagem que chamamos de Linguagem de Máquina. Ela permite que os computadores executem tarefas específicas predeterminadas pelos usuários (Peopleware). Sabemos que os computadores são máquinas digitais e trabalham com sequências de 0s e 1s; cada 0 e 1 de uma sequência nós chamamos de BIT (Binary Digit). 

Quando digitamos uma letra o computador não recebe esta letra, e sim o 0 ou 1. Mas o problema é que poderíamos representar apenas duas letras, A por 0 e o B por 1. Nosso vocabulário é muito extenso, possui várias letras, e temos números e símbolos. Então seria necessário uma sequência de 8 bits(28=256) para formarmos 256 representações (Byte).

Entenda os bits e os bytes

• BIT – Um número que pode representar apenas dois valores: 0 e 1

• BYTE – Um grupo de 8 bits pode representar valores numéricos entre 0 e 255. Pode também ser usado para representar caracteres. Cada caractere ocupa um byte.

• KB – (KILOBYTE) – um grupo de aproximadamente 1.000 bytes.

• GB – (GIGABYTE) – um grupo de aproximadamente 1.000.000.000 bytes.

O sistema decimal de numeração utiliza todos os números de 0 a 9. O sistema de numeração decimal usa exatamente 10 algarismos, devido ao fato dos seres humanos terem 10 dedos.

Os computadores podem receber valores decimais por meio do teclado, e escrever valores decimais, por meio do vídeo, por exemplo. Mas internamente, ou seja, no interior da CPU e da memória, os valores são armazenados em outro sistema, mais adequado aos circuitos do computador. 

Trata-se do SISTEMA BINÁRIO. Enquanto no sistema decimal, cada dígito pode assumir dez valores (0,1,2,3,…,9), no SISTEMA BINÁRIO cada dígito pode assumir apenas 2 valores: 0 e 1. Por exemplo, o número 13, que no sistema decimal é representado apenas com 2 dígitos (1e 3), no sistema binário é representado com 4 dígitos, na forma: 1011.

O que é a CPU? 

A Unidade central de processamento (CPU, de acordo com as iniciais em inglês) ou o processador é a parte de um sistema de computador que executa as instruções de um programa de computador, e é o elemento primordial na execução das funções de um computador. 

Este termo tem sido usado na indústria de computadores pelo menos desde o início dos anos 1960. A forma, desenho e implementação de CPUs têm mudado dramaticamente desde os primeiros exemplos, mas o seu funcionamento fundamental permanece o mesmo.

Todos os programas de computador ocupam espaços na memória do computador no qual é responsável por gerenciar a ocupação desse espaço. A representação da ocupação desses espaços pode ser feita sob a forma de medidas, conforme a tabela acima apresentada.

Ao instalarmos um programa no computador, este programa necessitará de espaço em disco (memória do computador que chamamos de secundária) no qual poderá ser representada em medidas. 

No momento em que fazemos a instalação de um programa no computador, também há a necessidade da utilização de memória do computador chamada de “memória principal”, também chamada de memórias real, são memórias que o processador pode endereçar diretamente, sem as quais o computador não pode funcionar.

Em um computador, encontramos os seguintes tipos de memórias:

Memória principal que está dividida em:

• Memória RAM;

• Memória ROM;

• Registradores;

• Memória cache.

Ram

Responsável por sustentar a execução dos programas naquele instante em que o computador está ligado.

Rom

Responsável por armazenar informações dos circuitos internos do computador e informações de fabricantes.

Registradores

É um tipo de memória de pequena capacidade, porém muito rápida, contida na CPU, utilizada no armazenamento temporário durante o processamento.

Memória cache

É um dispositivo de acesso rápido, interno a um sistema, que serve de intermediário entre um operador de um processo e o dispositivo de armazenamento ao qual esse operador acede.

A memória mais importante e que nunca devemos nos esquecer dela é a memória RAM.

Memória secundária

memórias que não podem ser endereçadas diretamente, a informação precisa ser carregada em memória principal antes de poder ser tratada pelo processador. Não são estritamente necessárias para a operação do computador. São geralmente não voláteis, permitindo guardar os dados permanentemente. Incluem-se, nesta categoria, os discos rígidos, CDs, DVDs e pen-drives.

Gostou do conteúdo e ficou interessado em saber mais? Siga acompanhando nosso portal e fique por dentro de todas nossas publicações. Aproveite também para conhecer nossos cursos e ampliar seus conhecimentos.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde no assunto!
Conheça os cursos na área de Tecnologia.

Mais artigos sobre o tema