Níveis de Planejamento: Quais são e porque são importantes?

Os planejamentos são fundamentais para a realização de projetos, criação de negócios e ou demandas. Por isso, o artigo dessa semana irá abordar quais são os níveis de planejamento e porque eles são fundamentais.

De acordo com Bateman e Snell (1998), as organizações podem ser divididas em três níveis que são: estratégico, tático e operacional, de acordo com o tipo de trabalho que é desenvolvido por cada nível.
O que é o Nível Estratégico?

planejamento estratégico é o começo de tudo, é a visão do futuro da organização, que se estrutura nos fatores ambientais externos, e nos fatores internos, onde definimos os valores, visões e missão da organização.

As decisões tomadas no planejamento estratégico são de responsabilidade da alta administração da empresa. Na sua maioria pela Alta Direção, proprietário, CEO, presidente ou diretoria, isso depende de como a empresa distingue o nível hierárquico dos seus processos.

O nível estratégico compreende os altos executivos da organização, responsáveis pela definição dos objetivos e planos da empresa, tomada de decisões quanto às questões de longo prazo da empresa, como: sua sobrevivência, crescimento e eficácia geral (BATEMAN, 1998, p. 30)

As ações são criadas pensando em longo prazo, normalmente feitas para o período de 5 a 10 anos, que buscam uma visão ampla da organização sem ações muitos detalhadas, pois seria difícil acertar tantos detalhes para um período tão longo.
Nível Tático
O planejamento, no nível tático, é utilizado para traduzir os objetivos gerais e as estratégias da alta diretoria em objetivos e atividades mais específicos. (BATEMAN, 1998)
O principal desafio neste nível é promover um contato eficiente e eficaz entre o nível estratégico e o nível operacional.

O planejamento tático é o responsável por criar metas e condições para que as ações estabelecidas no planejamento estratégico sejam atingidas.

Por se tratar de um planejamento mais específico, as decisões podem ser tomadas por pessoas que ocupam os cargos entre a alta direção e o operacional, como executivos da diretoria e gerentes.

Aqui os planos começam a ser mais detalhados, e podemos dizer que o planejamento tático é a decomposição do planejamento estratégico, ele traduz e interpreta o plano estratégico para transformá-lo em planos concretos, onde vamos desenvolver o plano de marketing, produção, pessoal, ou seja, financeiro empresarial.

Nível Operacional
Já no planejamento operacional, o processo é de uma menor amplitude, onde o foco é trabalhar junto aos funcionários não administrativos, implementando os planos específicos definidos no planejamento tático. (BATEMAN, 1998)

O planejamento operacional é de onde saem as ações e metas traçadas pelo nível tático para atingir os objetivos das decisões estratégicas.

A finalidade do planejamento é garantir que a empresa consiga atingir o desempenho considerado ideal. Nesse sentido, ele se faz necessário para manter a organização no mercado em que atua e garantir que ela consiga competir de igual para igual com a concorrência. Ou seja, é a definição dos passos que a empresa deverá dar para concretizar a sua Visão. 

Neste planejamento os envolvidos são aqueles que executam as ações que são aplicadas em curto prazo, geralmente no período de 3 a 6 meses.

Gostou do artigo? Inscreva-se no nosso artigo, conheça os cursos da área e continue nos acompanhando.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área de Administração e Negócios.

Mais artigos sobre o tema