Tipos de estoque: Planejamento e controle de estoques

Basicamente, os estoques podem ser de quatro tipos: estoque de proteção, estoque de ciclo, estoque de antecipação e estoque de canal.

Estoque de proteção

O estoque de proteção, também conhecido como estoque isolador, tem como objetivo compensar as incertezas envolvidas na demanda e no fornecimento. Exemplo, um supermercado não consegue prever com precisão o que, o quanto e quando seus consumidores pedirão.

O supermercado pode ter uma ideia da demanda provável, mas dificilmente terá noção exata dessa demanda. Para lhe dar com essa incerteza, ele sempre irá fazer pedidos a seus fornecedores de modo que sempre haja um volume mínimo de itens no estoque. Esse estoque mínimo (estoque de proteção) existe para compensar possíveis altas na demanda acima do esperado e maior que o tempo de ressuprimento, também conhecido como tempo de reabastecimento. Além disso, ele compensa incertezas no fornecimento.
Por exemplo, caso um fornecedor atrase a entrega, as operações continuam, visto que o estoque é utilizado enquanto as mercadorias não chegam.

Estoque de ciclo

O estoque de ciclo ocorre principalmente nas empresas que operam com vários produtos, ou porque as operações possuem múltiplos estágios. Considere que uma empresa fabrique os produtos A, B, C e D. Ela não pode fabricar os quatro simultaneamente, mas comercializa os quatro simultaneamente.
Portanto, deve programar sua produção de maneira a produzir os quatro tipos de produtos numa quantidade tal que supra completamente a demanda. Ela fábrica 100 unidades de cada produto em 1 hora, mas não pode fabricar todos eles ao mesmo tempo, é necessário fabricar um de cada vez. Entretanto, ela vende 25 unidades de cada produto por hora.
O estoque de ciclo existe porque a operação não pode fornecer simultaneamente todos os itens que produz.

Estoque de antecipação

Estoque de antecipação é aquele que a empresa forma quando antecipa sua produção para atender a uma demanda futura esperada. Isso ocorre principalmente em situação de demanda sazonal.
Por exemplo, antes do inverno as empresas produzem mais agasalhos (formam estoques de antecipação) para atender a maior demanda futura. Antes da Páscoa, as fábricas de chocolate aumentam as contratações de funcionários e a produção de chocolate, gerando um elevado estoque de antecipação, para atender a demanda futura de chocolates.
O estoque de antecipação também pode ser usado em situações em que o fornecimento é inconstante, como no setor alimentício.

Estoque de canal

Estoque de canal é aquele que se encontra no canal de distribuição. Em outras palavras, é o estoque em trânsito. Os estoques de materiais não podem ser transportados instantaneamente de um ponto a outro.
Exemplo, um fabricante de autopeças envia seus produtos para o distribuidor regional, que por sua vez, envia os materiais ao distribuidor local, que por vez, envia os materiais para a concessionária. Esse estoque que ficou no distribuidor regional, depois no distribuidor local é chamado de estoque de canal.
Simplificadamente, podemos dizer que o estoque que está entre o fornecedor (fabricante) e varejista é o estoque de canal. O estoque de canal é aquele que está nos caminhões de transporte, nos correios, nas locomotivas, nos aviões, etc. antes de estar disponível para o cliente.

Gostou do conteúdo e ficou interessado em saber mais? Siga acompanhando nosso portal e fique por dentro de todas nossas publicações. Aproveite também para conhecer nossos cursos e ampliar seus conhecimentos.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área de Administração e Negócios.

Mais artigos sobre o tema