Alimentação hipocalórica: O que é?

A obesidade é apontada por diversos órgãos de saúde como um dos grandes males contemporâneos, apesar da obesidade crescer anualmente em todas as regiões do globo, já existem determinados programas alimentares ou dietas que se feita corretamente apresentam resultados satisfatórios em um curto espaço de tempo.

Entre essas dietas se destaca a hipocalórica que consiste em uma reformulação da alimentação que auxilia na perda de peso.

O que é uma dieta hipocalórica?

A dieta hipocalórica como o próprio nome sugere, consiste na drástica diminuição de calorias na alimentação do indivíduo, em geral essa dieta costuma adotar a meta de 800 calorias como limite de consumo diário (em média as mulheres precisam de 2000 calorias diárias e os homens 2500 calorias), essa redução de calorias, no entanto não devem afetar as necessidades nutricionais do indivíduo, apenas as energéticas.

Existem algumas variações na adoção da dieta hipocalórica, mas em geral elas são elaboradas com base em shakes e cereais funcionais para esse tipo de dieta, substitutos de baixas calorias são indicados caso seja necessário o consumo de doces, laticínios e queijos. A dieta deverá necessariamente conter 51% de glicídios, 23% de proteínas e 26% de lipídios.

Quais os benefícios de uma dieta hipocalórica?

Uma alimentação hipocalórica oferece uma rápida perda de peso no início e uma perda gradual ao longo da dieta, o emagrecimento acontece no momento que o organismo passa a queimar as gorduras armazenadas no organismo, uma alimentação balanceada impede a perda de músculos ou a desidratação.

A dieta hipocalórica pode ser um bom início para alcançar a motivação necessária para cuidar da própria saúde. Muitas pessoas começam a se cuidar aos poucos, adotando exercícios físicos alguns dias da semana e cortando um ou outro alimento das refeições, mas acabam desistindo por não perceberem um resultado visível.

Como essa dieta é bastante restritiva, os primeiros resultados surgem logo. Isso serve como um estímulo para continuar consumindo alimentos saudáveis, fazer atividades físicas e se cuidar, de modo geral.

Assim, a dieta causa um impacto positivo na autoestima. Mas não é só isso: a energia e a disposição para realizar as atividades diárias também melhoram muito, já que o seu organismo estará repleto de nutrientes importantes para o seu funcionamento. Indiretamente, isso pode amenizar problemas como a ansiedade. Incrível, não é mesmo?

Vale ressaltar que essa dieta deve sempre ser acompanhada por um nutricionista, pois a adoção de uma dieta desbalanceada trará mais prejuízos que benefícios ao indivíduo.

Como fazer uma dieta hipocalórica?

O objetivo da dieta é que o indivíduo gaste mais calorias do que ingere por dia, para que possa gastar a gordura acumulada. Uma mulher adulta sedentária gasta cerca de 1800 a 2000 calorias por dia, e por isso se fizer uma dieta de 1200 calorias ingerirá de 600 a 800 calorias a menos do que gasta, e por isso, vai emagrecer.

É fundamental que a pessoa consulte com o nutricionista de confiança e não realize dietas malucas ou milagrosas, pois com o profissional adequado você poderá realizar a dieta de forma segura e eficiente.

Gostou desse artigo? Inscreva-se no nosso blog e continue nos acompanhando!

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Saúde.

Mais artigos sobre o tema