Anamnese: O que é?

Anamnese é a entrevista inicial que o enfermeiro faz com o paciente. Consiste no preenchimento de uma ficha ou questionário. A anamnese serve como um banco de dados do paciente, onde contenha o histórico da doença, recorrência, doenças hereditárias, ou qualquer tipo de informação que possa contribuir para com o tratamento.
No questionário, as perguntas podem ser abertas, fechadas ou focadas. As abertas são as em que o paciente pode dizer o que está sentindo, por exemplo. As fechadas são para que o paciente complemente o que ele ainda não disse. E as focadas são as perguntas do tipo aberta, mas sobre um tema específico.
Esse tipo de questionário é aplicado quando o paciente chega em alguma unidade de saúde, é importante para guiar os médicos no atendimento do paciente, consolidando as informações e principalmente trazendo informações como alergia a alguma medicação ou outra doença que o paciente possa ter.
Elementos da anamnese
Identificação: 
nome, idade, sexo, estado civil, profissão, local de trabalho, naturalidade, residência atual e etc. São informações mais genéricas sobre o paciente, também é importante que forneça alguma telefone de um familiar.
Queixa principal (QP): qual motivo levou o paciente a procurar ajuda, quais sintomas ele está sentindo, que tipo de sintomas teve em relação a esta queixa.
História da doença atual (HDA): registro da doença, sintomas, quando começou, se a doença evoluiu e qual o tempo que a pessoa está sentindo os sintomas.

História médica pregressa ou História patológica pregressa (HMP ou HPP): Adquire-se informações sobre toda a história médica do paciente, mesmo das condições que não estejam relacionadas com a doença atual, afim de manter um histórico completo sobre o paciente, pois qualquer alteração pode ser encontrada através destes históricos.
Histórico familiar (HF): para saber se existe alguma relação de hereditariedade das doenças, é importante extrair essas informações do paciente pois muitas doenças tem relações hereditárias, causando pré disposições nos familiares
História pessoal (fisiológica) e história social: busca de informações, como se é alcoólatra, se consome drogas ou cigarros, onde trabalha e mora, se possui animais de estimação, se usa remédios, se possui alergias e etc…
Revisão de sistemas: conhecida também como interrogatório sintomatológico, anamnese especial/específica ou Interrogatório Sobre os Diversos Aparelhos (ISDA), consiste num interrogatório de todos os sistemas do paciente, permitindo ao médico levantar hipóteses de diagnósticos.

Há duas técnicas para aplicar a Anamnese, a primeira é técnica do interrogatório cruzado, quando o profissional conduzo todos os questionamentos. A segunda técnica é a de escuta, quando o próprio paciente tem a capacidade de comunicar de forma clara os sinais e sintomas que sentiu. Essas duas técnicas não são independentes e durante a aplicação de um questionário, acabam se complementando na sua utilização.

Esses questionamentos devem ser feitos com extremo cuidado pelo profissional de saúde, seguindo todos os procedimentos indicados pela unidade de saúde que o mesmo trabalha. O Anamnese evitará diversos erros durante o atendimento que o paciente irá receber, pois assim, o responsável por atender o paciente terá em suas mãos diversas informações que irão guiar para o tratamento mais adequado.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Saúde.

Mais artigos sobre o tema