Artérias e veias do membro inferior

O maior dos vasos aferentes é a aorta, que sai do ventrículo esquerdo, descreve um arco aórtico de trajeto descendente, atravessa o tórax (aorta torácica) e o abdome (aorta abdominal).
Esta última próxima à pelve divide em dois ramos terminais, denominadas artérias ilíacas comuns (direita e esquerda). Em continuação as ilíacas, se dividem em ilíaca externa e interna.

Qual é a artéria ilíaca?


A artéria ilíaca externa passa por baixo do ligamento inguinal e alcança o membro inferior denominada de artéria femoral. Esta é a principal fonte de irrigação do membro inferior.
A artéria femoral é a continuação da ilíaca externa. Ela se encontra (medial) no trígono femoral, sendo, lateral ao nervo femoral e medial a veia femoral.
Apresenta uma disposição medial e oblíqua. Passar pelo hiato tendíneo através do canal do adutor no músculo adutor magno e cai na fossa poplítea, onde, se torna artéria poplítea. Irriga os glúteos e a coxa.

Qual é a artéria poplítea?


A artéria poplítea é a continuação da femoral. Ela passa pela fossa poplítea na face posterior do fêmur e joelho, sendo, lateral a veia poplítea e nervo tibial. Irriga todo o joelho.
A poplítea dá ramos terminais denominados de artéria tibial anterior e artéria tibial posterior. Estas irrigam a parte distal do membro inferior (perna e pé).
É importante deixar claro aqui que, a artéria tibial anterior vem da artéria poplítea na região da fossa poplítea, onde, passa desta e percorre a perna anteriormente, alcançando o dorso do pé. Irriga a perna anterior e dorso do pé.

Entendendo a artéria tibial

A artéria tibial posterior vem também da poplítea e percorre a perna posterior. É recoberta pelo músculo sóleo, acompanha o nervo tibial e é superficial no tornozelo, onde pode ser palpável (entre o maléolo medial e calcâneo). Irriga a porção posterior da perna, tornozelo e planta do pé.
Para finalizar esse assunto sobre artérias, é importante sabermos que, na divisão da artéria poplítea (entre a artéria tibial anterior e a posterior) existe outra porção/ramo continuada da artéria posterior denominada de tronco tíbio fibular. Deste sai um ramo, denominada de artéria fibular.
A artéria fibular é um ramo da tibial posterior e apresenta um trajeto posterior ao maléolo lateral. Irriga a porção lateral da perna e o tornozelo.

Veias do membro inferior

A direção dos vasos/veias é centrípeta, ou seja, em direção ao coração. O sangue que chega (drena) ao coração é levado pela veia cava inferior.
As veias são numerosas em relação às artérias. Elas acompanham as artérias com o mesmo nome e trajeto, sendo classificadas em profundas.
Nos membros existem duas veias (satélites) para cada artéria. Mas existem também as veias que não acompanham artérias, sendo classificadas em superficiais.
Estas são ditas solitárias. Então existem dois grupos de veias, as profundas e superficiais.
As superficiais não acompanham as artérias. Tudo começa no pé, onde no dorso existe o arco venoso dorsal do pé, que drena o dorso do pé e a planta do pé através de comunicação com o arco venoso plantar.
Os arcos medial e lateral, formam dois troncos venosos superficiais mais importantes do membro inferior, as veias safenas, magna e parva.

Entendendo a veia safena

A veia safena magna origina na extremidade medial do arco venoso dorsal, anteriormente ao maléolo medial.
Continua ao longo da face medial da coxa e desemboca (cai) na veia femoral próximo ao osso púbis. Então, drena o sangue da região medial da perna e coxa.
A veia safena parva origina na porção lateral do arco venoso dorsal, posteriormente ao maléolo lateral. Segue na face posterior da perna e próximo a fossa poplítea atravessa a fáscia muscular e desemboca na veia poplítea. Drena a região posterior e lateral da perna.
Para finalizarmos é importante mencionar que as veias profundas acompanham as artérias profundas com o mesmo nome e trajeto.

Gostou do artigo? Inscreva-se no nosso blog, conheça os cursos da área e continue nos acompanhando.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Biologia.

Mais artigos sobre o tema