Avaliação do Estado Nutricional

Segundo Christakis (1973), a Avaliação do Estado Nutricional é a “condição de saúde de um indivíduo, influenciada pelo consumo e utilização de nutrientes, identificada pela correlação de informações obtidas de estudos físicos, bioquímicos, clínicos e dietéticos”.

Qual a definição da avaliação do estado nutricional?

A definição de Avaliação do Estado Nutricional pela “American Dietetic Council” é uma abordagem completa realizada pelo nutricionista para determinar o estado nutricional utilizando histórico médico, social, nutricional, exame físico, medidas antropométricas e dados bioquímicos.

A avaliação do estado nutricional tem como objetivo identificar os distúrbios nutricionais possibilitando realizar uma intervenção de forma a auxiliar na recuperação e/ou manutenção do estado de saúde do indivíduo por meio da coleta de dados clínicos, dietéticos, bioquímicos e da composição corpórea, com a finalidade de identificar e tratar as alterações do estado nutricional.

Quais os objetivos da avaliação nutricional?


Como parâmetro isolado não classifica o estado nutricional geral de um indivíduo, sendo necessária a associação de vários indicadores para melhorar a precisão do diagnóstico nutricional.

A avaliação nutricional tem como objetivo:

1.    Identificar indivíduos que necessitem de apoio nutricional intenso;

2.    Recuperar ou manter o estado nutricional do indivíduo;

3.    Identificar a terapia nutricional adequada;

4.    Monitorar a eficácia da terapia aplicada.


Como realizar a avaliação nutricional?

A Avaliação Nutricional é realizada por meio de métodos diretos e indiretos, que são complementares entre si e não há um único que possa ser considerado completo por si só, por isso devem ser interpretados conjuntamente.

Os métodos utilizados para a realização da avaliação nutricional são os métodos diretos e métodos indiretos. Os métodos diretos são aqueles que exploram as manifestações biológicas do organismo humano, por meio de análises antropométricas, bioquímicas e clínicas. Os métodos indiretos são aqueles que poderão ser determinantes da situação de nutrição e alimentação dos indivíduos, por meio de dados de consumo alimentar, estatísticas vitais e socioeconômicas. A tabela 1 mostra os métodos de avaliação nutricional.

TABELA 1 – MÉTODOS DE AVALIAÇÃO NUTRICIONAL.

MÉTODOS DIRETOSMÉTODOS INDIRETOS
Anamnese AlimentarInquérito de Consumo Alimentar
Dados AntropométricosEstudos Demográficos
Exame FísicoInquéritos socioeconômicos e culturais
Dados Bioquímicos 

A avaliação do estado nutricional é realizada por meio da Anamnese Alimentar, uma ficha utilizada para coletar informações importantes relativas ao indivíduo que está sendo avaliado.A Anamnese Alimentar abrange três etapas:

» História Social;

» História Clínica;

» História Dietética;


História Social


Deve-se investigar aspectos importantes que podem afetar a aderência ao tratamento. Na História Social deve conter:

» Nome completo do paciente;

» Idade e Sexo;

» Estado Civil;

» Profissão ou Ocupação;

» Número de componentes na família, tipo de moradia, renda familiar;

» Vícios, como drogas, álcool (etilismo) e fumo (tabagismo);

» Atividade Física (tipo, frequência e duração).História Clínica
A história clínica deve obter Informações necessárias para diagnosticar e realizar o tratamento.
Os componentes da história clínica são:

» História da doença atual (queixa principal);

» Perda ou ganho de peso recente;

» Hábito intestinal e diurese;

» Sinais de doenças gastrintestinais (náuseas, vômito, etc.);

» Saúde bucal;

» Fatores que limitam a ingestão de nutrientes (odinofagia, disfagia, anorexia, etc.);

» Uso de medicamentos;

» Antecedentes médicos (número de cirurgias, doenças crônicas).


História Dietética

A história dietética é utilizada para identificar o padrão de ingestão alimentar do indivíduo, sendo composta por:

» Hábito alimentar (frequência, tipo, horário, quantidade, etc.);

» Alimentos prediletos, alimentos excluídos;

» Alergias, aversões e intolerâncias alimentares;

» Ingestão hídrica;

» Local em que se realizam as refeições (restaurante, casa).

A técnica mais conhecida é o “Recordatório de 24 horas”, método qualitativo que investiga tudo o que o paciente consumiu em um período de 24 horas.

Gostou do artigo? Inscreva-se no nosso blog, conheça os cursos da área e continue nos acompanhando.



Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Saúde.

Mais artigos sobre o tema