Como fazer e quais tipos de segmentação de mercado?

A segmentação geralmente envolve a divisão do mercado por uma sucessão de variáveis que permitam quantificar e localizar os prováveis consumidores através dos canais de distribuição ou da propaganda segmentada. O gestor comercial deve escolher as variáveis por dois critérios básicos:

  • a) Sua linha de produtos também é segmentada;
  • b) A possibilidade de colher as informações.

Segmentação geográfica: Considera o local em que o consumidor está – país, estado, região, cidade, bairro, rua, etc.

Segmentação demográfica: Na segmentação demográfica, o mercado é subdividido – idade, sexo, o tamanho da família, a renda, a profissão, a instrução, o ciclo de vida da família, a religião, a nacionalidade ou a classe social.

Segmentação psicográfica: As variáveis psicográficas se referem ao indivíduo e aspectos tais como o estilo de vida, personalidade, motivos de compra, e conhecimento e utilização do produto. As pessoas dentro do mesmo grupo demográfico podem exibir traços amplamente diferentes.

Segmentação por volume: Alguns mercados podem ser segmentados em pequenos, médios e grandes, conforme o volume de consumo.

Tipos de Segmentação de Mercado

Segmentação geográfica:

É aquela que propõe dividir o mercado em unidades geográficas diferentes. A empresa pode operar em uma, algumas ou todas as regiões, mas sempre observando as diferenças de cada uma delas. Operando de maneira distinta.

Segmentação demográfica:

É dividir o mercado baseado em idade, sexo, tamanho da família, ciclo de vida da família, renda, ocupação, formação educacional, religião, raça e nacionalidade.

Este tipo de segmentação é o mais comum em razão das preferências e taxas de uso de um produto estarem associadas às variáveis demográficas. Outra razão é que as variáveis demográficas são mais fáceis de serem identificadas e mensuradas.

Segmentação psicográfica:

Aqui os compradores são divididos em diferentes grupos, com base no estilo de vida, na personalidade e na classe social deles.

  • A classe social exerce forte influência sobre a preferência das pessoas.
  • Os bens que as pessoas consomem expressam seu estilo de vida.
  • A personalidade das marcas corresponde à personalidade das pessoas.

Segmentação comportamental:

Nesta os consumidores são divididos em grupos, tomando-se por base seu conhecimento, atitude, uso ou resposta a um produto.

  • Ocasiões: Os consumidores podem ser diferenciados de acordo com as ocasiões em que sentem uma necessidade, compram ou usam um produto (viagens – férias / negócios).
  • Benefícios: Uma ótima forma de segmentar é classificar os compradores de acordo com os diferentes benefícios que buscam em um produto (pasta de dente – branqueadora / econômica / medicinal).
  • Status de usuário: Segmentar o mercado definindo usuários, não usuários, ex-usuários, usuários em potencial (banco de sangue).
  • Taxa de uso: É segmentar em função de grupos de pequenos, médios e grandes usuários dos produtos.
  • Status de lealdade: Segmentação por padrão de lealdade ao produto.
  • Atitude: Formada por cinco grupos distintos: entusiastas, positivas, indiferentes, negativas e hostis.

Segmentação por benefício:

Esta é estabelecida em função dos diversos benefícios que o consumidor deseja encontrar no produto; é uma segmentação difícil de fazer, pois um mesmo produto pode apresentar uma série de benefícios diferentes em função do grupo pesquisado.

Segmentação por volume:

O mercado é dividido entre consumidores de pequeno, médio e grande porte. Este tipo de segmentação é usado nas indústrias e distribuidores para buscar seus clientes.

Requisitos para uma segmentação eficaz do mercado

  1. Mensurabilidade – Deve-se ter um segmento que dê condições de mensuração.
  2. Substancialidade – Os segmentos devem ser grandes e rentáveis o suficiente para serem atendidos.
  3. Acessibilidade – Os segmentos precisam ser eficientemente atingidos e atendidos.
  4. Diferenciabilidade – Os segmentos devem ser conceitualmente distinguíveis e responder diferentemente a diferentes elementos do composto de marketing.
  5. Operacionalidade – Programas eficazes podem ser formulados para atrair e atender a segmentos diversos. A classificação da segmentação deve ser útil, para que possamos identificar o consumidor.
  6. Homogeneidade (similaridade) – Os consumidores de um segmento devem ser o mais parecido possível.
  7. Heterogeneidade – Os consumidores de segmentos diferentes devem ser o mais diferente possível.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira o curso de Planejamento Estratégico e Pesquisa de Mercado e Análise. Conheça nosso portfólio de cursos na área de Marketing.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos nas áreas de Marketing e Design.

Mais artigos sobre o tema

Marketing e Design

Sociologia da comunicação

Comunicação social, também conhecida como “mídia” ou “comunicação de massa”, refere-se à transmissão de mensagens, de maneira ativa com o desígnio de atingirem um público

ler artigo »