Como funciona o cálculo de Dosagem de Medicamento?

Para usar dos medicamentos devemos seguir vários critérios para seu usos, o que inclui o seu histórico médico, cálculo de medicação (dosagem), qual é a via de administração do fármaco e mais outros que serão discutidos neste conteúdo. 

Usamos  dos medicamentos para diagnosticar, tratar ou prevenir doenças. Eles são encontrados em várias formas diferentes e temos uma grande diversidade de administrações distintas que podem ser feitas. 

No cálculo da dosagem medicamentos, vários aspectos devem ser levados em consideração. Primeiramente, o conhecimento técnico sobre o medicamento e seu mecanismo de ação é essencial para determinar qual a dose indicada a um paciente determinado, levando-se em consideração suas características físicas (peso e idade), e metabólicas.

Contudo, na prática, ao efetuar um cálculo de dosagem de medicamentos, é comum levar em consideração somente a massa corporal do paciente.

Isso ocorre porque, geralmente, a dosagem específica e eficaz do medicamento já vem pré-determinada pelos laboratórios. Cabe ao prescritor, contudo, efetuar o cálculo de dosagem dos medicamentos, para adequar essa dosagem à necessidade ao paciente.

Assim, é importante conhecer os cálculos básicos utilizados nessa adequação.

Nesse sentido, utilizando um fragmento do curso de Matemática Farmacêutica do Portal Educação, podemos citar o mais importante cálculo de adequação de dosagem:

Regra de três

O cálculo matemático mais utilizado para a dosagem e cálculo de medicação é a regra de três. Ela é um método matemático utilizado para solução de problemas de razão e proporção. A regra de três envolve quatro valores, em que apenas três são conhecidos, ou seja, um valor é determinado a partir dos outros
já conhecidos, em três passos simples:

A regra de três simples é um processo prático para resolver problemas de razão e proporção, que envolvam quatro valores dos quais conhecemos três. Devemos, portanto, determinar um valor a partir dos outros já conhecidos.

Passos utilizados em uma regra de três simples:

1.Agrupar as grandezas da mesma espécie em colunas, mantendo na mesma linha as grandezas de espécies diferentes.

2.Identificar se as grandezas são diretamente ou inversamente proporcionais.

3.Montar a proporção e resolver a equação.

Por exemplo:

Uma solução oral foi preparada contendo 20 mg de cloridrato de femproporex por 5 mL de solução. Quantos mg de fármaco estão contidos em 40 mL desta solução ?

 Montando a regra de três:

5 mL da solução  →  contêm → 20 mg de fármaco   40 mL da solução → contêm ? → X mg

Resolvendo a regra de três:

20/5= X/40  ð  20 . 40 = 5 . X   ðX = 160 mg 

Casos adversos ao não seguir a dosagem recomendada

Eventos adversos, ou efeitos indesejados e negativos, podem acontecer com qualquer medicamento. Esses efeitos podem incluir uma reação alérgica ou uma interação com outro medicamento que você está tomando.

Para ajudar a evitar esses problemas, informe o seu médico sobre quaisquer outros medicamentos que você estiver usando ou sobre a existência de alergia a medicamentos ou alimentos.

Um medicamento com alto risco de efeitos adversos pode ser administrado apenas por um profissional de saúde. E, em alguns casos incomuns, seu médico pode mantê-lo em suas instalações para que ele possa observar como o medicamento afeta você.

Gostou do artigo? Inscreva-se no nosso blog, conheça os cursos da área e continue nos acompanhando.  

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Saúde.

Mais artigos sobre o tema