Dietas Líquidas: Saiba mais aqui

Líquida Restrita ou Dieta de Líquidos Claros ou Dieta Hídrica ou Dieta Líquida Cirúrgica. Saiba mais sobre o assunto aqui no artigo da semana.
Como é essa dieta? 

É uma dieta muito restrita, geralmente usada em pós-operatórios, principalmente de cirurgias relacionadas ao trato gastrointestinal, com finalidade exclusiva de hidratação e de readaptação do processo digestivo e absortivo após paralisação por anestesia. Fornece um mínimo de resíduos, propiciando o máximo de repouso intestinal. Suas principais características são:
– Composta de alimentos líquidos ou que se liquefazem a temperatura corporal em contato com a boca. Basicamente consiste em água, líquidos límpidos e carboidratos.
– Constituída por líquidos claros, límpidos e transparentes, sendo, portanto, limitada em alimentos, pois a grande maioria dos mesmos não apresenta esta capacidade. Leite e líquidos preparados com leite e gorduras são excluídos.
– Possui baixo valor calórico (hipocalórica), em torno de 400 a 800 kcal (com média de 500 kcal/dia), por não conter uma variedade alimentar que propicie oferta calórica adequada, devendo ser ofertada por pouco tempo, pois não tem o objetivo de nutrir, apenas de hidratar. Nutricionalmente é hiperglicídica (até 70%), hipoproteica e hipolipídica. Fornece prioritariamente líquidos e eletrólitos.
– São preparações de fácil absorção e com pouco resíduo, pela própria característica física da dieta – líquida – e tipos de alimentos usados.
– Deve ser administrada por no máximo 24 a 48 horas, sob o risco de precipitar ou piorar a condição de desnutrição do indivíduo.
– Deve ser oferecida em pequenos volumes (100 a 150 ml/refeição) e com maior fracionamento (10 a 12 refeições/dia) para hidratar os tecidos e evitar distensão abdominal.

Indicações para dietas líquidas
– Função digestiva restrita;
– Restrição severa de resíduos;
– Preparo de exames (principalmente de visualização dos cólons);
– Pré e pós-operatório (principalmente cirurgias do trato gastrointestinal).
Conheça a composição Alimentar
Permite-se água sem gás, água de coco, bebidas isotônicas, chás claros (ervas claras, frutas e flores), sucos de frutas naturais não ácidas (coados e sem adição de açúcar), caldo de vegetais e de carne coado sem temperos (oferece-se o caldo do cozimento!), gelatina em temperatura ambiente.

Abaixo apresentamos um quadro com uma lista proposta de alimentos que podem ser incluídos e que devem ser excluídos deste tipo de dieta:

GRUPO ALIMENTARPERMITIDOSEVITADOS
PÃES, CEREAIS, ARROZ, MASSAS, TUBÉRCULOSNenhumTodos
VEGETAISCaldos* e sucos coadosLeguminosas
FRUTASCaldos* e sucos coados (pera, maçã, limão)Frutas que não produzem sucos claros (abacate, manga, etc), oleaginosas
LEITE E DERIVADOSNenhumTodos
CARNES, AVES, PEIXES E OVOSCaldo de carne ou frango desengordurado (leve)Ovos, carnes gordas, frituras, embutidos, etc.
GORDURAS, ÓLEOS E AÇÚCARESÓleos vegetais sem excessos; mel, mel KaroÒ, dextrosol.Excesso de óleos e gorduras e açúcar.
OUTROSChás claros, água de coco, gelatina em temperatura ambiente, adoçante.Chá preto, café, condimentos fortes e picantes.

Exemplo de Cardápio de Dieta Líquida Restrita
06h00 Chá de ervas
08h00 Suco de maçã
10h00 Água de coco
12h00 Caldo de carne desengordurado
14h00 Limonada
16h00 Gelatina líquida
18h00 Caldo de vegetais
20h00 Água de coco
22h00 Chá de ervas

Dieta Líquida Completa ou Líquida Geral

É composta por preparações líquidas, às quais são adicionadas substâncias que permaneçam dissolvidas na solução de forma que continue líquida. Ainda oferece pouco resíduo e é de fácil digestão e absorção. Suas outras características são:
– Fornece alimentos e preparações na forma líquida ou que se liquefazem à temperatura corporal.
– Permite adição de leite e derivados, ovos e cereais refinados, sendo o leite a maior fonte proteica líquida e, em casos de intolerância à lactose ou alergia à proteína do leite de vaca, podem ser usados produtos isentos de lactose ou fórmulas hidrolisadas.
– Pode apresentar baixo valor nutritivo, sendo necessário fazer complementação calórica e nutricional quando houver necessidade de prolongar o uso desta dieta. Sua oferta calórica fica em torno de 1.200 a 1.500kcal/dia.
– Nutricionalmente pode oferecer 50g de proteínas, 50 a 65g de lipídios e 150 a 170g de carboidrato.
– Propicia pouca saciedade, sendo necessário aumentar o fracionamento (8 a 10 refeições/dia) com volume médio de 200 a 300 ml por refeição para evitar distensão gástrica.
Indicações
– Evolução pós-cirúrgica (dieta de transição após o uso da dieta líquida restrita).
– Após cirurgias de cabeça e pescoço.
– Dificuldade de mastigação e/ou deglutição.
– Para pacientes que não toleram alimentos sólidos. Composição Alimentar de uma dieta líquida
É fundamentalmente à base de leite e bebidas lácteas (preferencialmente desnatados), sem açúcar e alimentos gás-formadores, sendo permitido: cereais refinados, ovos, sucos naturais de frutas peneiradas sem açúcar, caldos liquidificados (carne, frango, peixe, vegetais), além de pudins e iogurtes. As preparações devem ser liquidificadas e coadas a ponto de poderem ser tomadas por canudos, caso necessário.

Importante ressaltar que não se recomenda seu uso por sondas enterais devido o descontrole de viscosidade e osmolalidade das preparações artesanais. O quadro abaixo exemplifica melhor as permissões e exclusões alimentares:

GRUPO ALIMENTARPERMITIDOSEVITADOS
PÃES, CEREAIS, ARROZ, MASSAS, ETC.Cereais refinados e cozidos, mingaus finos, como espessante de sopas (farinha de aveia, creme de arroz, milho e trigo), macarrão, arroz.Alimentos integrais, com sementes, farelos.
VEGETAISCaldos e sucos liquidificados e coados*Vegetais crus e inteiros, folhosos, leguminosas.
FRUTASSucos liquidificados e coadosFrutas inteiras e flatulentas
LEITE E DERIVADOSProdutos integrais e desnatados, bebidas lácteas, iogurtes líquidos, requeijão cremoso, queijos brancos e macios, pudimQueijos ricos em gordura
CARNES, AVES, PEIXES E OVOSLiquidificados na sopa, ovos molesCarnes gordas, embutidos
GORDURAS, ÓLEOS E AÇÚCARESTodos, sem excessos; gelatina, sorvete, geleia, pudimDoces em pasta
OUTROSChás, temperos naturaisCafé, chá preto, tereré, excesso de condimentos

Exemplo de Cardápio de Dieta Líquida Completa
07h00 Mingau ralo
09h00 Suco de fruta
11h00 Sopa de carne com hortaliças liquidificada e coada
13h00 Gelatina
15h00 Vitamina de leite desnatado com maçã, sem açúcar
17h00 Sopa de frango com vegetais liquidificada e coada
19h00 Mingau ralo
21h00 Chá de ervas

Gostou do artigo? Inscreva-se no nosso blog, conheça os cursos da área e continue nos acompanhando.  

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Saúde.

Mais artigos sobre o tema