Drogas Lícitas e Ilícitas: Entenda aqui

As drogas lícitas são substâncias químicas ou naturais (fumo: tabaco utilizado nos cigarros comuns ou de palha e cachimbos) que tem a sua produção e seu uso permitido por lei, sendo liberadas para comercialização e utilização das pessoas.
Mas, somente pelo fato de serem liberadas por lei não significa que não tenham algum tipo de controle dos órgãos governamentais, bem como não provoquem algum prejuízo à saúde mental, física e social da pessoa que a utiliza. Isso dependerá de múltiplos fatores, tais como, quantidade e frequência do uso.

Os exemplos de drogas lícitas receitadas pelos médicos são:

• Benzodiazepínicos e antidepressivos – remédios utilizados para reduzir a ansiedade ou induzir o sono e para combater depressão;
• Anorexígenos – medicamentos receitados para reduzir o apetite e fazer com que a pessoa perca peso;
• Anabolizante – substâncias estimulantes, hormônios usados para aumentar a massa muscular e a força, que são receitados por médicos a pessoas com deficiências de crescimento.

As drogas mais usadas pela população

Exemplos de drogas lícitas que são mais comumente consumidas pela população:

  • Bebidas alcoólicas: cerveja, cachaça, vinho, uísque etc.;
  • Fumos – tabaco: cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos etc.

Essas drogas, quando associadas ao tipo de vida que o usuário leva, como alimentação desregrada, aumento da frequência e das dosagens e o estado emocional da pessoa, podem desencadear diversos outros problemas relacionados à saúde psíquica e física da pessoa.
As drogas ilícitas são substâncias proibidas de serem comercializadas, consumidas ou administradas em qualquer forma e espécie. Essas drogas são proibidas devido à confirmação científica dos seus efeitos nocivos a saúde.
Elas agem de forma agressiva, principalmente, no sistema nervoso central, modificando as funções vitais, as sensações, o humor e o comportamento, além de gerar danos físicos e predispor o organismo ao aparecimento de diversas doenças como o câncer.
Por serem proibidas, as drogas ilícitas entram no país de forma ilegal, através do tráfico que promove a comercialização sem a autorização. Dentre as consequências que as drogas ilícitas trazem pode-se dar ênfase à violência gerada por elas em todas as fases, desde a sua produção até chegar ao consumidor final.

Doenças Causadas pelo Uso Contínuo das Drogas Ilícitas

Os casos mais comuns de doenças relacionadas ao uso de drogas são:

Aparelho circulatório

• Parada cardíaca;
• Arritmia cardíaca;
• Trombose;
• AVC (Acidente Vascular Cerebral);
• Insuficiência cardíaca.

Problemas cerebrais

• Danos cerebrais diversos;
• Necrose cerebral;
• Alterações nas funções motoras;
• Convulsões.

Problemas respiratórios

• Parada respiratória;
• Asma;
• Insuficiência respiratória;
• Embolia pulmonar.

Psicológicos

• Depressão;
• Perda de memória.
 

Problemas renais e hepáticos

• Insuficiência renal e hepática (fígado).

Outras moléstias

• Disfunções sexuais;
• Diversos tipos de câncer;
• Desidratação;
• Náuseas e mal-estar diversos.

Gostou do conteúdo e ficou interessado em saber mais? Siga acompanhando nosso portal e fique por dentro de todas nossas publicações. Aproveite também para conhecer nossos cursos e ampliar seus conhecimentos.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Saúde.

Mais artigos sobre o tema