Fatores determinantes da doença: Endógenos e exógenos

Fatores determinantes da doença Endógenos e exógenos

As infecções podem ser classificadas, segundo sua origem, em endógenas e exógenas.

As infecções surgem quando o organismo é invadindo por microrganismos que se multiplicam e causam doenças. Os microrganismos associados as infecções são as bactérias, os vírus, os fungos e os parasitas.

Os fatores em endógenos e exógenos, são divididos em uma abordagem mais minuciosa sobre a ação destes fatores como determinantes de saúde na população.
Endógenos

As infecções endógenas são causadas por fatores internos ao organismo, ou seja, é causada por organismos que vivem no corpo da pessoa.

O corpo humano é naturalmente colonizado por vários microrganismos e esse processo é essencial para o bom funcionamento do corpo, a chamada flora microbiana humana. Apesar de se tratar de um processo natural, alguns dos microrganismos podem causar doenças.

Fatores determinantes

Fatores determinantes que são inerentes ao organismo e estabelecem a receptividade do indivíduo.
• Herança genética: Determinam maior ou menor suscetibilidade das pessoas em adquirir doenças.
• Anatomia e fisiologia do organismo humano.
• Estilo de vida.
Exógenos

A infecção urinária também pode ser de origem endógena, onde as bactérias presentes no intestino acometem o trato urinário. Essas bactérias podem estar aumentadas na região da pele ou no trato genital e conseguem invadir a uretra e chegar na bexiga, causando a infecção.

Já as infecções exógenas são de origem externas ao organismo. Podem ser por exemplo por vírus presentes no ar, ou por infecções locais quando acontecem lesões e cortes e a barreira física da pele é rompida, permitindo a entrada do agente infeccioso.

Podem ocorrer por picadas de mosquitos, mordidas de animais, intoxicação alimentar.

Fatores determinantes que dizem respeito ao ambiente.
Ambiente biológico: determinantes biológicos.
– Acidentes,
– Infecções (Microbiologia e Entomologia médicas – inseto parasita hospedeiro)
Ambiente físico: determinantes físico-químicos.
– Naturais:
Previsíveis: pode ser de certa maneira previsto, permitindo estimar as possíveis consequências e, desta forma, adotar medidas que possibilitem reduzir seus efeitos.
• Atmosfera: Clima.
• Hidrosfera e litosfera: Carência de elementos essenciais ou presença de agentes indesejados.
Imprevisíveis:
• Acidentes naturais.
• Desastres ou calamidades naturais.
• Mortalidade
• Morbidade (epidemias ou doenças infecciosas)
• Desabilidades psicológicas
– Acidentais:

• Ambiente natural: “Efeito estufa”, “buraco na camada de ozônio”.
• Ambiente antrópico: Impacto de tecnologias sofisticadas que, fora de controle, atingem o próprio ambiente antrópico (energia nuclear, acidentes com produtos químicos perigosos).
– Produzidos:
• Poluição consequente (desenvolvimento industrial): Gases e partículas na atmosfera, substâncias químicas no meio hídrico e resíduos sólidos no meio terrestre.
• Poluição pressentida (consecução de certa finalidade): Defensivos agrícolas, medicamentos, agentes tóxicos e nocivos usados em conflitos armados.
• Ambiente social: determinantes sócioculturais.
A aquisição de conhecimentos sobre os determinantes sociais parte do estudo da desigualdade social, tida como geradora de agravos à saúde, traduzidos em morbidade e mortalidade.
Dentre as categorias gerais desses determinantes temos as comportamentais e as organizacionais, conforme descrito a seguir:
– Comportamentais
• Psicossociais: Relacionados à personalidade do indivíduo.
• Hábitos e estilos de vida: sexualidade, étnicos (relacionados à cultura), adquiridos.
– Organizacionais
Estruturais
– Ocupação
– Família
– Nível socioeconômico
Evolutivos

– Relacionados ao Desenvolvimento
– Intrassociais: convivência (mobilidade social); produção e desenvolvimento (apropriação dos recursos sociais); e competição.
– Interssociais: agressões ao meio ambiente, migrações populacionais, intercâmbio social e conflitos.

Gostou do artigo? Confira nosso portfólio de cursos na área de Enfermagem e utilize o certificado dos cursos para complementar suas atividades acadêmicas.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Saúde.

Mais artigos sobre o tema