Fundamentos do Futebol: O passe

futebol, esporte que é considerado a paixão nacional e, sem dúvidas, o mais popular do mundo, começou a ser praticado na Inglaterra, no século XVII. À época, o esporte não tinha o formato que tem hoje e tampouco era chamado de “futebol”. Isso só aconteceu décadas depois, com a criação das regras.

Aqui vamos apresentar os tipos de passes mais comuns. Confira abaixo:

Passe Simples

No passe simples, a região de contato se inicia no dedão e vai até ao calcanhar. A perna de apoio fica ligeiramente flexionada e a perna de passe é elevada do quadril para fora, para que o eixo longitudinal do pé fique perpendicular à direção da bola. A posição escolhida em que fica a perna do passe impede de se obter grande distância.
Passe Peito de pé

No passe peito de pé, a posição do corpo também é importante em determinadas situações do jogo: a posição mais utilizada em bolas rasteiras é o pé de apoio ao lado da bola, perna de execução flexionada, e tronco inclinado para frente quando queremos mais força, e o tronco para trás quando queremos mais precisão.
Passe com a lateral externa do pé

O passe com a lateral externa do pé basicamente é o mesmo procedimento para o passe simples, que é feito com a parte interna do pé, porém com a perna de apoio colocada ao lado da bola e a perna de passe tocando na bola com a lateral externa do pé (três dedos).
Passe de Cabeça

O passe de cabeça é utilizado em bolas aéreas. Com os olhos sempre abertos, a parte que toca a bola para dar maior direção é a testa. O passe de cabeça pode ser utilizado tanto na defesa quanto no ataque.
Passe de Calcanhar

O passe de calcanhar normalmente é utilizado em situações em que o elemento não possui alternativa, causando assim, surpresa ao adversário. O mais comum é o passe dado com a parte posterior do calcanhar. De execução simples, consiste em devolver a bola à sua retaguarda ou mesmo surpreender o adversário em uma tabela na entrada da área de gol.
Passe de bico

O passe de bico é um passe mais rápido é não tão preciso quanto os outros passes. Toca-se na bola com a ponta dos dedos. Existe o perigo de acidente no caso de um calço no momento deste passe.
Passe alto (por cima)

O passe alto é utilizado em situações em que o adversário está na frente da bola. Então o jogador utiliza a ponta do pé para fazer com que a bola passe acima da cabeça do adversário e este não alcance a mesma.

A posição do jogador deve ser a seguinte: peso do corpo na perna de apoio, flexão da perna de execução, elevação da perna de execução rente ao solo para que possa pegar a bola bem por baixo e alçá-la à frente para um companheiro bem colocado. Devemos ter muito cuidado na execução desse passe para que o adversário não “roube” a bola.
Passe paralelo

O passe paralelo é utilizado como uma variável do passe de meia altura. Quando temos o elemento à frente e não podemos realizar o passe por cima, utilizamos o passe paralelo e a meia altura, por ser mais rápido e mais fácil de executar. A técnica é a mesma do passe por cima, só que passamos a bola ao companheiro do lado do adversário, na altura da cintura do mesmo.
Passe em diagonal

O passe em diagonal é aquele dado ao companheiro em que está mais bem colocado diagonalmente ao adversário. Este tipo de passe é realizado com a parte interna do pé ou com o peito do pé. Caracteriza-se por sua utilidade e rapidez no jogo.

Gostou do artigo? Inscreva-se no nosso blog, conheça os cursos da área e continue nos acompanhando.  

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Saúde.

Mais artigos sobre o tema