Os principais mecanismos psicológicos de defesa

Existem pelo menos quinze tipos de mecanismos de defesa conhecidos e explicados pelas teorias da psicologia. Entre eles, podemos citar: compensação, expiação, fantasia, formação reativa, identificação, isolamento, negação, projeção e regressão.
O termo defesa refere-se ao conjunto de manifestações de proteção do eu contra as agressões internas (de ordem pulsional) e externas, suscetíveis de constituir fontes de excitação e, por conseguinte, de serem fatores de desprazer (ROUDINESCO; PLON, 1998, p. 141).
Os mecanismos de defesa são formas que a mente busca para se proteger. Segundo Freud (1900), a defesa é a operação pela qual o ego exclui da consciência os conteúdos indesejáveis, protegendo, desta forma, o aparelho psíquico. O ego mobiliza estes mecanismos, que suprimem ou dissimulam a percepção do perigo interno, em função de perigos reais ou imaginários localizados no mundo exterior.

Quais são os principais mecanismos de defesas?


Os principais mecanismos de defesa são: repressão, negação, racionalização, formação reativa, isolamento, projeção e regressão.

O que é a repressão?


A repressão consiste em afastar da consciência eventos e ideias provocadores de ansiedade. Algumas doenças psicossomáticas podem estar relacionadas com a repressão.
Repressão é o ato de reprimir, conter, deter, impedir e punir um indivíduo, um objeto, uma ideia ou um desejo. Em política, a repressão é um tipo de ação pública, geralmente tomado por parte do Estado para conter e calar manifestações de oposição, subversão e dissidência ao regime estabelecido.

Mecanismo de Negação


A negação refere-se aos fatos da realidade que são rejeitados e substituídos por uma fantasia ou ação.

Mecanismo de racionalização


A racionalização é o processo pelo qual o indivíduo apresenta uma justificativa para uma ação inaceitável.

Entendendo o mecanismo de Formação

A formação reativa consiste em uma atitude ambivalente. Por exemplo, o ódio torna-se inconsciente, e assim permanece enquanto reacende o amor. Assim o ódio é substituído pelo amor, à crueldade pela gentileza, a obstinação pela submissão, etc.

Entenda como funciona o Isolamento


O isolamento é o mecanismo de defesa muito raro. Trata-se de um processo inconsciente pelo qual um pensamento é isolado de outros que o precederam.

A projeção é um mecanismo…


A projeção trata-se de um mecanismo de defesa no qual o indivíduo atribui a outros seus próprios desejos e impulso, dos quais, por lhes serem inaceitáveis, procuram inconscientemente se livrar. A tendência é que o indivíduo repudie impulsos ou comportamentos indesejáveis, atribuindo a outros.
Segundo Roudinesco e Plon (1998), o mecanismo de defesa passa adquirir forma de conversão na neurose histérica, a de substituição na neurose obsessiva e, por fim, a de projeção na paranoia. Sob esses aspectos ligados à entidade patológica, a defesa visa a um mesmo objetivo: “separar, quando essa operação não mais pode efetuar-se diretamente por meio da ab-reação, a representação perturbadora do afeto que lhe esteve originalmente ligado” (ROUDINESCO; PLON, 1998, p.141).

Gostou do artigo? Conheça os nossos cursos, inscreva-se no nosso blog e continue nos acompanhando.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Saúde.

Mais artigos sobre o tema