Primeiros socorros em casos de traumatismo craniano

As pancadas na cabeça geralmente não precisam ser tratadas com urgência, no entanto, quando o trauma é muito forte, como o que acontece em acidentes de trânsito ou em quedas de grandes alturas, é preciso saber o que fazer para reduzir ou evitar possíveis complicações.

Os primeiros socorros em casos de traumatismo craniano são importantíssimos, quanto antes for feito o atendimento médico, maiores são as chances de não acarretar em nada mais grave. Uma lesão na cabeça pode não causar mal nenhum, mas também pode deixar sérias sequelas ou até mesmo levar à morte.

Qual é a função do crânio?

A função do crânio é proteger o cérebro, talvez o órgão mais importante do corpo humano e também o que apresenta menor chance de recuperação em casos de lesão. Por possuir diversas artérias e veias, e o crânio ser rígido e o cérebro macio, uma lesão, pode gerar um hematoma que comprime o cérebro dentro da caixa craniana causando lesões neurológicas.

Sinais e Sintomas

Os primeiros sinais que ajudam a identificar quando é necessário utilizar este tipo de primeiros socorros incluem:

  • Sangramento grave na cabeça ou rosto;
  • Saída de sangue ou líquido pelos ouvidos ou nariz;
  • Perda de consciência ou sonolência excessiva;
  • Náuseas intensas e vômitos incontroláveis;
  • Confusão, dificuldade para falar ou perda de equilíbrio.

O traumatismo craniano é mais comum em situações em que existe uma pancada muito forte na cabeça, porém, no caso dos idosos ou crianças o traumatismo pode acontecer mesmo em quedas mais simples.

Outros sintomas comuns: 

  • Perda de sangue pelas narinas ou ouvidos
  • Inconsciência
  • Náuseas e vômitos
  • Sonolência
  • Diminuição da lucidez
  • Alterações de equilíbrio
  • Perda da visão
  • Convulsões
  • Dor de cabeça forte e continuada

Nas crianças, os sintomas de traumatismo craniano podem também incluir choro persistente, agitação ou sonolência excessiva, vômitos, recusa para comer e afundamentos na cabeça, que são mais comuns em quedas de superfícies altas, como mesa ou cama, por exemplo.

Quais são os primeiros socorros?

Os primeiros socorros em casos de traumatismo craniano são: primeiramente pedir socorro imediato, tente acalmar a vítima, avalie as funções vitais, não dê nada para beber, aplique compressas geladas na região atingida, tome cuidado ao mover a pessoa (ela pode ter sofrido algum tipo de lesão no pescoço), cuide dos demais ferimentos e se mantenha atento aos sinais vitais durante o percurso para o hospital.

A maioria dos traumatismos cranianos tem poucas consequências, mas em crianças com a formação do crânio em andamento podem ser mais sérias, prejudicando o desenvolvimento do cérebro. Os traumatismo mais graves são causados em acidente de trânsito e os mais leves em acidentes domiciliares. Com um atendimento rápido e de forma correta, as chances de socorro são muito maiores.

Por conta de sua gravidade, é muito comum que o traumatismo craniano deixe sequelas no paciente após a sua recuperação, que variam de físicas até variações de comportamento. 

Na parte física, as principais são perda dos movimentos de partes do corpo; alteração na visão; no controle da respiração; problemas intestinais ou urinários. Ainda é possível que a pessoa tenha dificuldade para falar, engolir, perda de memória, apatia, agressividade, irritabilidade e alterações no ciclo do sono.

Gostou do conteúdo e ficou interessado em saber mais? Siga acompanhando nosso portal e fique por dentro de todas nossas publicações. Aproveite também para conhecer nossos cursos e ampliar seus conhecimentos.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Saúde.

Mais artigos sobre o tema