Psicologia Infantil: Crianças de 7 anos

Psicologia Infantil é uma especialidade da Psicologia responsável por acompanhar os processos mentais característicos da infância. Nem sempre é fácil para os adultos entenderem a cabeça das crianças, que trazem descobertas e mudanças ilimitadas no dia a dia.

Tem como intuito buscar compreender as formas de falar, sentir, gerar conhecimento, construir relações e criar imagens.

Por isso mesmo, para cada faixa etária, o olhar que o psicólogo precisa ter é particular, uma vez que as crianças evoluem e mudam suas percepções muito rápido, principalmente na primeira infância. Assim, nesse artigo vamos abordar a psicologia infantil para as crianças de 7 anos.

A fase da infância é a mais importante para qualquer indivíduo, e é interessante como que cada ano possui algumas características interessantes, assim como a idade que analisaremos neste artigo.

A criança de 7 anos já possui mais consciência de si, mesmo quando ela parece viver em outro mundo, muitas vezes ela aparenta não estar ouvindo o que lhe é dirigido, isto ocorre porque ela começa a ser mais acanhada do que antes.

O mais interessante é que já com 7 anos a criança já desenvolve o sentido ético, ou seja, já consegue distinguir entre o bem e o mal, mas não somente em casos que envolvem ela, mas também em situações com outras pessoas.

Quando ela vai realizar algo, a mesma pensa muito antes de agir, mas isso se deve a cautela e não pelo medo de suas ações, inclusive nesta idade, a criança já consegue controlar o choro quando é advertida sobre algo.

Porém, já não sabe aceitar cumprimentos e é muito sentimental com elogios e críticas. Possui ambição em agradar as pessoas, gosta de ser enaltecida, principalmente por seus professores, e tem muita consideração com o próximo. E já começam a entender o valor do dinheiro, em alguns casos elas até já começam até a economizar.

Na escola já aparecem alguns pequenos problemas, mas que fazem parte de uma etapa que logo irá passar com o tempo. A criança nesta idade precisa de uma palavra do professor para iniciar uma tarefa, até mesmo as mais simples.

É muito impaciente com o professor e a mesma exige ajuda e atenção do mesmo, inclusive busca carinho nele. Os pais precisam entender que esta é uma fase passageira, por mais que a criança aparente ser agressiva na escola, em breve ela será mais calma, o importante é que os pais deem a estas crianças responsabilidades que podem ser executadas de acordo com as suas possibilidades.

Esta é uma idade onde é fundamental que a família e a escola tenham uma boa relação para poder compreender e conhecer os comportamentos da criança na escola.

Se os pais observarem alguns desafios que parecem quase impossíveis, ou dúvidas que parecem não ter resposta são de grande importância que os mesmos procurem ajuda especializada, para sanar todas as dúvidas e desafios e assim poder prosseguir aperfeiçoando a sua educação e vivendo com a criança da melhor maneira possível.

Gostou do conteúdo e ficou interessado em saber mais? Siga acompanhando nosso portal e fique por dentro de todas nossas publicações. Aproveite também para conhecer nossos cursos e ampliar seus conhecimentos.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde no assunto!
Conheça os cursos na área da Educação.

Mais artigos sobre o tema

Educação

O saque no volei

O Voleibol, também conhecido como Vôlei, é um dos esportes coletivos mais difundidos e praticados no Brasil. Faz parte da grade curricular da Educação Física

ler artigo »