Sistema Esquelético e Muscular

As principais funções desse sistema são proteger, sustentar, armazenar os íons de cálcio e potássio, permitir o deslocamento do corpo, no todo ou em parte, e de produzir certas células do sangue. Os ossos em conjunto com os músculos são responsáveis pelo movimento, armazenamento e liberação de vários minerais no sangue, produção de células sanguíneas e reserva de energia.

No Sistema Muscular encontramos uma divisão dos músculos em lisos e estriados. Os lisos não fazem parte do aparelho locomotor porque são responsáveis pela formação de órgãos como o estômago, intestinos, artérias, veias, etc. Já os estriados fazem parte e se dividem em dois grupos: os cutâneos e os esqueléticos. Os cutâneos se prendem à pele e ao esqueleto e são responsáveis, por exemplo, pelas expressões do seu rosto. Os músculos esqueléticos são aqueles que ligam um osso a outro, ou seja, se prendem diretamente ao esqueleto. Desse modo, são eles os responsáveis pelos nossos movimentos.

Os ossos classificam-se em: Longo É aquele que apresenta um comprimento consideravelmente maior que a largura e a espessura. Exemplos são; fêmur, úmero, rádio, ulna e outros. Plano É o que apresenta comprimento e largura equivalentes, predominando sobre a espessura. Exemplos são; ossos do crânio, como o parietal, occipital, frontal e outros. Curto É aquele que apresenta equivalência das três dimensões. Os ossos do carpo e do tarso são excelentes exemplos. Irregular Possui morfologia complexa. As vértebras e o osso temporal são exemplos. Pneumático Apresenta uma ou mais cavidades, de volume variável, revestida de mucosa e contendo ar. Estas cavidades recebem o nome de seio.

Sesanoides Desenvolvem na substância de certos tendões ou da cápsula fibrosa de certas articulações. Principais problemas relacionados com o sistema esquelético: O sistema muscular é formado pelo conjunto de músculos do nosso corpo. Encontramos em torno de 600 músculos no corpo humano que representam de 40 a 50% do peso total de um indivíduo. Os músculos podem contrair ou relaxar, proporcionando movimentos que nos permitem andar, correr, saltar, nadar, impulsionar o alimento através do tubo digestivo, promover a circulação do sangue no organismo, urinar, piscar os olhos, rir… A capacidade de locomoção do ser humano depende da ação conjunta de ossos, articulações e músculo, sob a regulação do sistema nervoso.

Aplicações Cromoterápicas: Sistema Osteomuscular Faça varreduras ao longo dos membros e do tronco, sobre as massas musculares. De modo geral, nos membros, você pode seguir seu sentido longitudinal, que é o sentido mais geral dos ossos e dos feixes de músculos; no tronco, siga o movimento das costelas, que circundam os lados do tronco descendo ligeiramente conforme vêm para frente. A luz de energização desse sistema é a vermelha; sua complementar é a verde-azulada é a amarela.

Sugestões cromoterápicas para alguns distúrbios específicos do Sistema Osteomuscular: Artrite – laranja, verde, azul Bursite – azul, vermelho, amarelo Cãibras – azul, vermelho Ciática – verde, anil, vermelho Cóccix (dor) – azul, amarelo Coluna (dor) – verde, azul, amarelo Defeitos de postura – verde, laranja Entorses – verde, azul Espasmo – azul Gota – azul, laranja Hérnia articular – verde, azul, laranja Osso fraco – amarelo, laranja Problemas articulares (dor) – azul, verde Reumatismo – azul, violeta, laranja Torcicolo – verde, azul, vermelho.

Gostou do conteúdo e ficou interessado em saber mais? Siga acompanhando nosso portal e fique por dentro de todas nossas publicações. Aproveite também para conhecer nossos cursos e ampliar seus conhecimentos.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Saúde.

Mais artigos sobre o tema