Teste de Lasègue – Teste especial da região lombar

Na prática da fisioterapia a avaliação diagnóstica é muito importante para o bom desenvolvimento do atendimento prestado ao paciente. A existência de diversas avaliações manuais permite que se realize o diagnóstico dos problemas e das queixas do paciente e que o profissional de fisioterapia possa escolher a melhor forma de realizar seu trabalho de maneira orientada às necessidades de cada pessoa.
Dentre essas avaliações manuais em formato de testes clínicos especiais, destaca-se o Teste de Laségue, também conhecido como Manobra de Laségue, como um teste elementar para o diagnóstico de dores da região lombar que podem estar relacionadas à hérnia de disco e de dor ciática oriunda desse problema.
Esse exame físico é realizado de forma a induzir a dor através do estiramento do nervo ciático para que seja verificada a presença ou a sugestão da presença de hérnia discal nas vértebras lombares no caso de um resultado positivo.
Detalharemos a seguir os métodos que fazem parte do procedimento para a realização do Teste de Laségue:

Posição do paciente

O paciente deverá ser orientado a permanecer deitado, em decúbito dorsal e se manter com o corpo relaxado durante toda a execução do teste.

Descrição do teste

O Teste de Lasègue segue o mesmo raciocínio do Teste da Elevação do Membro Inferior, pois provoca um alongamento neural provocativo sobre os ramos nervosos que formam o nervo ciático (L5, S1, S2) os quais se encontram totalmente estirados quando em uma flexão aproximada de 70º.
Para iniciar o teste, o terapeuta deverá realizar uma elevação passiva do membro inferior do paciente. Durante esse movimento passivo, o terapeuta deverá parar a elevação no momento em que o paciente começar a manifestar a sensação de dor. Logo após atingir o ângulo em que o paciente refere sentir a dor e parar o movimento, o terapeuta deverá realizar uma dorsiflexão do pé do paciente para confirmar a suspeita de ciatalgia. A validação de sinal positivo do teste se dá através da expressão dolorosa por parte do paciente no decorrer da realização da manobra.

Sinais e sintoma

O terapeuta deverá ser muito cuidadoso para diferenciar o tipo de dor que o paciente estiver referindo sentir durante a manobra. Isso é necessário para evitar que o realizador do teste venha a confundir a dor ciática verdadeira com um falso sinal decorrente do estiramento dos músculos isquiotibiais.
Para que a Manobra de Lasègue seja considerada positivada, o paciente deve referir uma dor forte e inconfundível que provavelmente indicará a presença de uma hérnia discal em nível de L4-L5 ou L5-S1 ou ainda no quadro da dor pseudociática, na qual o músculo piriforme está contraturado e “prende” o nervo ciático quando este atravessa o seu ventre.
A ciatalgia (dor ciática) verdadeira é caracterizada por uma dor que é irradiada pela área que abrange a trajetória do nervo ciático. O trajeto do nervo ciático se dá pelaregião glútea, posterior da coxa e segue pela perna, a dor podechegar até o pé e, inclusive, lateralizar ou medializar. A dor ciática tem algumas possibilidades para sua origem, podendo ser por compressão ou trauma nesse nervo ou em suas raízes, ou ainda por perturbações degenerativas da coluna nas vértebras lombares.
O Teste deLaségue demonstra uma grande frequência de resultados positivos nos casos de hérnias discais lombares e é, portanto, um teste muito indicado para a identificação dessa desordem da coluna. A avaliação diagnóstica e o emprego de manobras manuais como o Teste de Laségue, que comentamos aqui, devem ser de conhecimento do profissional de fisioterapia para que a escolha da intervenção seja a mais acertada por parte desse terapeuta.
Ainda existem outras variações do Teste de Laségue, assim como, outros testes especiais que podem ser aplicados para a identificação de dor ciática e da presença de hérnias discais, descritos na literatura.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira os cursos de Testes Especiais em Fisioterapia e Fisioterapia em Cervicalgia e Lombalgia, e utilize o certificado dos cursos para complementar suas atividades acadêmicas.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Saúde.

Mais artigos sobre o tema