Tipos de Manobras de Massoterapia

Tipos de Manobras de Massoterapia

Algumas manobras de massoterapia redutora são muito semelhantes às manobras de base para outras massagens, principalmente à atlética. Os movimentos básicos são seis e serão mostrados a seguir.

Deslizamentos ou Effleurage

É um movimento básico e faz parte da fase inicial de quase todas as massagens, havendo várias maneiras de fazer deslizamentos. Sua direção é centrípeta, ou seja, acompanhando os sistemas de retorno venoso e o sistema linfático.

Os movimentos devem acompanhar as fibras musculares, que estão sendo trabalhadas. A pressão dos movimentos vai de leve a aumentada gradativamente. É o primeiro contato com corpo e ativa a circulação.

Seus efeitos são reflexos e mecânicos: movimenta o sangue para os vasos sanguíneos e linfáticos. Tem como efeitos secundários:

  • Nas regiões do abdômen e costas, empurrar o conteúdo dos órgãos digestivos;
  • Redução da dor (pelo aumento do fluxo sanguíneo);
  • Ajudar na remoção dos agentes inflamatórios e restos do metabolismo;
  • Ajudar na diminuição dos edemas;
  • Liberação de endorfinas;
  • Melhorar a motricidade intestinal e a contração dos músculos involuntários da parede intestinal;
    Redução da sensibilidade das terminações nervosas livres e auxiliar no relaxamento muscular.

Amassamentos

Estimula a drenagem sanguínea na produção rápida da eliminação das toxinas, proporciona maior nutrição celular e combate a flacidez. São manobras simples, que são realizadas em forma de S ou C. Esse procedimento pode ser executado em dois sentidos, devendo atingir a pele.

Esta manobra também auxilia na dissolução de nódulos de gordura e na ativação da musculatura superficial. Podem ser feitos com ambas as mãos, com dois ou três dedos. Pode ser suave ou profundo. E, lembre-se: de uma maneira rápida e vigorosa!

São realizadas mobilizações superficiais e profundas dos tecidos, com alongamento e redução de aderências ocasionadas por contraturas ou fibroses.

Quando realizada de forma suave e superficial, pode auxiliar na redução de edemas (drenagem linfática), pois aumenta a eficácia dos pré-coletores linfáticos. Pela ação de bombeamento que exerce ajuda no aumento da circulação e ocasiona uma hiperemia, o que causa um aumento no transporte de nutrientes.

Na massagem redutora, são chamados de “beliscões”. Normalmente são realizados com dois ou três dedos, mas podem ser utilizados todos os dedos também, dependendo da agilidade de cada um.

Os movimentos devem ser executados com as extremidades dos dedos polegar, indicador e médio, pinçando pequena quantidade de pele com uma e outra mão, alternadamente.

As ações do pinçamento são:

  • Provocar um pequeno aumento na circulação local (hiperemia);
  • Estimular os terminais nervosos, proporcionando pequenas contrações musculares;
  • Estimular minúsculas contrações nos músculos voluntários e involuntários;
  • Causar vasodilatação dos capilares superficiais;
  • Manter ou melhorar a tonicidade da pele.

Fricção

É uma espécie de deslizamento profundo, executado de maneira vigorosa e rápida, com o objetivo de destruir os nódulos gordurosos e desfazer coágulos. 

Provoca grande aquecimento da região trabalhada e é recomendado nos casos de obesidade e gorduras localizadas. As manobras pretendem aquecer a região e são feitas com as palmas das mãos.

Consiste, literalmente, em esfregar a região. Enquanto uma mão sobe a outra desce e, assim, sucessivamente. Pode ser realizada em todas as regiões do corpo (nas menores, faça com uma mão só). Movimentos leves poderão ajudar na eliminação e redução do edema.

Vibração

É uma técnica que exige prática por parte do terapeuta para conseguir executar as oscilações vibratórias necessárias para causar a vibração. É uma técnica de difícil execução, pois o profissional deverá tremer um ou ambos os braços e passar a sensação de tremor ao paciente.

Características:

  • Ajuda no aumento do fluxo linfático em casos de edemas;
  • É utilizada na fisioterapia respiratória para drenar secreção dos pulmões no caso de afecções do sistema respiratório;
  • Libera aderências.

Rolamentos

Esses movimentos têm uma função bem evidente no relaxamento muscular e para soltar os tecidos de fibroses, contraturas e aderências cicatriciais. Podem ser realizados com o dorso dos dedos ou com a parte hipotenar da mão.

Roda gigante

Esta manobra realmente se assemelha a uma roda gigante e é realizada na região abdominal. As mãos são colocadas espalmadas sobre o abdômen, com o terapeuta posicionado lateralmente à maca. São realizados giros com as mãos no sentido horário ao redor da cicatriz umbilical.

Esta manobra favorece a circulação da região e estimula o peristaltismo intestinal.

Fazendo cintura

Este movimento pode ser realizado no abdômen e nas costas, na altura da cintura, de maneira firme e rápida. Com as mãos, uma de cada lado da cintura, faz-se movimentos para cima e para baixo na região, empurrando o tecido todo em direção das costas e depois trazendo todo em direção ao umbigo.

Dissolvendo nódulos dos glúteos

Esta manobra consiste em movimentos rítmicos, rápidos e vigorosos, com os polegares em direção ascendente, intensificando em regiões onde forem detectados nódulos de celulite e fibrose. Cuidado para não deixar hematomas. Esta técnica pode ser utilizada em outras regiões com nódulos, como por exemplo, nas coxas.

Punho cerrado

Esta manobra é ótima para coxas. Cerre seu punho, ou seja, com a mão bem fechada, faça dos nós dos dedos um rolinho improvisado. Faça manobras para cima e para baixo e também em círculos bem rapidamente para dissolver nódulos e fibroses. Também pode ser realizada no abdômen. Cuidado com a intensidade das suas manobras para não causar hematomas.

Condução

Manobra que pode ser realizada em todas as regiões ao final de todas as manobras para conduzir a linfa e o sangue, facilitando o escoamento da região e reorganizando o tecido.

São realizados movimentos, com as mãos em braceletes, de condução ascendente direta ou realizando pequenas compressões intercaladas com condução direta.

Em regiões como as costas, onde não é possível fazer bracelete, podem-se realizar movimentos de condução para as regiões laterais, com as palmas paralelas, uma em frente da outra.

Gostou do conteúdo e ficou interessado em saber mais? Siga acompanhando nosso portal e fique por dentro de todas nossas publicações. Aproveite também para conhecer nossos cursos e ampliar seus conhecimentos.

Receba novidades dos seus temas favoritos

Se aprofunde mais no assunto!
Conheça os cursos na área da Saúde.

Mais artigos sobre o tema